Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Raquel Franco morreu

Zé LG, 22.09.22

202209221032012647.jpgRaquel Judice de Oliveira Howell Franco, de 83 anos, natural de Beja, morreu no dia 21, no Hospital de Beja. O funeral realiza-se hoje, às 13:45 das Casas Mortuárias de Beja para o Cemitério de Ferreira do Alentejo.

Raquel Franco frequentou o curso de Filologia Germânica e foi tradutora dos Serviços Administrativos das Forças Armadas alemãs em Beja. Foi eleita para a Assembleia Constituinte pelo PS pelo círculo de Beja e, ao longo dos anos, uma defensora dos direitos das mulheres com várias intervenções na vida cívica.

À família eao PS apresento os meus sentidos pêsames.

Mário Eugénio morreu

Zé LG, 25.08.22

300576151_404102981827760_468431869676582973_n.jpg

Mário Eugénio, de 73 anos, era agricultor e foi eleito pela CDU na Assembleia Municipal de Mértola e Assembleia de Freguesia de S. Miguel do Pinheiro.

Homem de firmes convicções progressistas e humanistas, teve uma vida marcada por uma forte intervenção política, cívica e cultural desde o 25 de abril, ..., teve um destacado papel a nível dirigente no processo da Reforma Agrária" e, nos últimos anos, exerceu funções de técnico e dirigente nacional da CNA.

Conheci e convivi de perto com Mário Eugénio no PCP, na Reforma Agrária e nas autarquias. Era um homem discreto, empenhado e dedicado às causas que defendia, com quem tive sempre uma relação fraterna.

O funeral realiza-se amanhã, 26 de Agosto, pelas 9 horas, da casa mortuária de Esparagosa para o cemitério em São Miguel do Pinheiro.

À família e ao PCP apresento os meus sentidos pêsames.

António Romão morreu hoje

Zé LG, 19.08.22

140745416_3723983014311116_2329736744324102315_n.jVítima de acidente de mota, faleceu esta tarde, perto de Góis, o conhecido advogado bejense António Gonçalves Romão, quando, em conjunto com outros motards de Beja, se deslocava para a 29ª Concentração Internacional de Motos de Góis. O corpo foi transportado para o Gabinete Médico Legal de Coimbra onde vai ser autopsiado.

António Romão, de 55 anos, era advogado e sócio gerente da RRAdvogados, presidente da Assembleia-Geral do grupo “Moto Convívio Beja 1/4 prás 7” e foi vice-presidente, de 1999 a 2006, e presidente, de 2006 a 2008, do Clube Desportivo de Beja.

Conheci-o quando preparávamos a candidatura “Por Beja com Todos”, para avaliarmos da possibilidade de ser candidato pelo movimento, o que não aconteceu. Desse contacto, fiquei com a impressão de ser um homem bem informado e conhecedor do meio, muito conhecido e com muitas amizades em diversas áreas. Gostei de o ter conhecido.

À família enlutada apresento as mais sentidas condolências.

Manuel Nunes morreu

Zé LG, 19.08.22

2022081609212586.nb.pngManuel António Nunes Júnior, de 86 anos, natural de Quintos, morreu no passado dia 11, no seu domicílio em Beja, tendo sido cremado no Cemitério de Ferreira do Alentejo, no dia 16. Manuel Nunes era agricultor reformado, tendo sido um dos sócios fundadores da ACOS.

Conhecia de vista o Senhor Manuel Nunes, embora não soubesse quem era, que sempre me cumprimentou com muita simpatia. Só depois da sua morte é que vim a saber quem era e que era tio de um colega do Liceu e amigo.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

Américo Martins morreu

Zé LG, 17.08.22

2022081718362173.nb.pngAmérico Inverno Martins, de 86 anos, natural de Baleizão, morreu hoje, no Hospital de Beja. O funeral realiza-se amanhã, às 14:30, da Casa Mortuária para o Cemitério de Beja.

Américo Martins fez parte de uma geração de empresários que marcou, de forma indelével, a Cidade de Beja. No seu caso, no ramo da reparação de máquinas agrícolas e automóveis. O Município de Beja reconheceu o seu contributo para o desenvolvimento do Concelho atribuindo-lhe a Medalha de Mérito Municipal.

Américo Martins era um homem simpático, afável, de fácil trato e com muitos amigos.

À sua família apresento os meus sentidos pêsames.

Até sempre José Jorge Cameira!

Zé LG, 16.08.22

2022081611523945.nb.pngJosé Jorge da Conceição Pires Cameira, de 74 anos, natural de Moçambique e criado em Penamacor e residente em Beja há décadas, morreu no dia 15, em sua casa, vítima de doença prolongada. O funeral sai amanhã, às 13:45, da Casa Mortuária de Beja para o Cemitério de Ferreira do Alentejo, onde será cremado.

Era Bancário reformado, foi também agente imobiliário e, nos últimos anos, publicou alguns livros. Foi militante da UDP e do Bloco de Esquerda, que deixou por discordâncias políticas e pessoais. Mas era da intervenção cívica activa que mais apreciava, manifestando as suas opiniões em público sobre os mais diversos temas, defendendo-as sempre com convicção e respeito por todos. Conheci-o há muito tempo, embora só nos últimos anos tenha estalecido como ele uma relação de maior proximidade, respeito e estima pessoal mútuas.

Só hoje tive conhecimento da sua morte, porque embora soubesse dos seus problemas de saúde, desconhecia que se tivessem agravado tanto.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

Carlos Durão morreu

Zé LG, 12.08.22

Carlos Caçador Durão, Presidente da Câmara MuniMorreu ontem Carlos Caçador Durão, de 89 anos, primeiro presidente da Câmara Municipal de Barrancos, eleito democraticamente nas primeiras eleições autárquicas realizadas em dezembro de 1976. Carlos Durão presidiu à Câmara de Barrancos durante dois mandatos (1977/1979 e 1980/1982). O corpo de Carlos Durão, ficou em câmara ardente no Salão Nobre dos Paços do Município, de onde sai hoje o funeral para o Cemitério Público de Barrancos.

A Câmara Municipal de Barrancos "decretou três dias de luto municipal - 11, 12 e 13 - pelo falecimento do seu antigo presidente, Carlos Caçador Durãoreconhecendo "com apreço e gratidão a sua entrega ao nosso povo", sem esquecer "as importantes obras dos mandatos (dois) que marcaram a vida da nossa Terra".

À família e ao Município de Barrancos apresento os meus sentidos pêsames.

Adeus Chalana! Morreu “o Pequeno Genial que era enorme em tudo”

Zé LG, 10.08.22

futebol-benfica-chalana-thumbnail-8.jpg«Chalana partiu, deixou-nos cedo demais. Se Eusébio era o Rei e Coluna o Monstro Sagrado, Fernando Chalana era o Pequeno Genial. Para muitos desapareceu, nesta quarta-feira, 10 de agosto, a primeira definição de magia no futebol. Quantos se apaixonaram pelo pequeno extremo, enquanto este bailava no relvado do antigo Estádio da Luz? Quantos se renderam ao futebol encantado do mágico jogador? Quantos adversários caíram a seus pés, sem que este tocasse sequer na bola? Multidões chamaram pelo seu nome, pelo nome de Chalana, que com um sorriso envergonhado cativou pelo futebol e pela simplicidade.»

Bento D’Almeida morreu

Zé LG, 17.07.22

2022071515420943.nb.pngBento Nunes D`Almeida, com 100 anos, natural de Algoz, Silves, e residente em Beja há muitos anos, morreu no dia 14, no Hospital de Beja, tendo-se o funeral realizado do dia 16, para o Cemitério de Beja.

Só agora tomei conhecimento da sua morte. Bento D’Almeida, comerciante reformado, anti-fascista, foi presidente da Comissão Administrativa e eleito, nas primeiras eleições autárquicas, para a Junta de Freguesia de Santiago Maior. Conheci Bento D’Almeida há muidos anos e sempre tivemos um relacionamento cordial.

À Família, designadamente aos seus filhos, apresento os meus sentidos pêsames.

Adeus José Brincheiro

Zé LG, 02.07.22

2022070115221879.nb.pngJosé David Brincheiro, de 76 anos, natural de Cabeça Gorda, morreu no dia 30 de Junho, no seu domicílio. O funeral realizou-se esta amanhã, da casa mortuária de Cabeça Gorda para o Crematório de Setúbal.

Fui surpreendido agora com esta triste notícia, que li no sítio da agência funerária. Há já muito tempo que não tinha notícias dele. José Brincheiro era funcionário aposentado da Casa do Povo. Foi durante vários mandatos eleito presidente da Junta de Freguesia da Cabeça Gorda, pelo PS, partido de que foi dirigente.

Conheci José Brincheiro, há muitos anos, nas lides autárquicas e, apesar de militarmos em partidos diferentes, sempre mantivemos uma relação cordial, amistosa e de respeito mútuo.

À família e ao PS apresento os meus sentidos pêsames.

Até sempre Eulália!

Zé LG, 19.05.22

2022051811294381.nb.pngEulália Parreira Queixinhas Coimbra, natural de Beja, com 49 anos, morreu no dia 17, em sua casa, vítima de doença grave. O funeral realizou-se esta manhã, das Casas Mortuárias de Beja para o Cemitério de Ferreira do Alentejo, onde será cremada. Era técnica da Biblioteca Municipal de Ferreira do Alentejo.

Conheci-a desde que nasceu, porque fui vizinho dos seus pais. Era filha de um Homem – Carlos Queixinhas -, que sempre respeitei e estimei. Já depois de formada trabalhou na Biblioteca Municipal de Alvito, na altura em que estive na Câmara Municipal. Há já algum tempo que não a via nem tinha notícias dela e fui surpreendido pela notícia da doença, que infelizmente a vitimou. A Eulália era uma moça cheia de vida, bem disposta, de fácil relacionamento, que fazia amigos em todas as pessoas que conhecia, dinâmica, sempre com ideias e projectos.

À família apresento as minhas sentidas condolências.

Adeus Chapita! Até sempre!

Zé LG, 17.02.22

2022021711522971.nb.pngEduardo António Chapita Godinho, de 71 anos, natural de Beja, morreu hoje, em sua casa, vítima de doença grave. O corpo encontra-se nas Casas Funerárias de Beja, de onde sai amanhã, às 13:45, para o Cemitério de Ferreira do Alentejo, onde será cremado.

Chapita Godinho era advogado, tendo antes sido jornalista no Diário do Alentejo e empregado bancário.

É mais um amigo que nos deixa, depois do Manuel Frade e do Figueira Mestre, que integravam um grupo de que resto eu e outro amigo. Era um homem bom, bem disposto e simpático, que fazia amigos com facilidade e muito dedicado ao trabalho e à família. Há tão pouco tempo que soube da sua doença, que já não tive tempo de o ver, porque ele não queria receber ninguém!…

À família, em especial à sua mulher Guida e aos filhos, apresento os meus sentidos pêsames e um abraço de solidariedade.

Joaquim Casaca morreu

Zé LG, 12.02.22

2022021117200921.nb.pngJoaquim António Casaca da Costa, de 71 anos, natural de Nossa Senhora das Neves, morreu ontem no Hospital de Beja, tendo-se o funeral realizado esta tarde das Casas Mortuárias para o cemitério de Beja.

Joaquim Casaca era funcionário público, no Hospital de Beja, aposentado. Foi ao longo da vida um homem dedicado ao associativismo, designadamente desportivo e do Atletismo em particular. Nos últimos anos voltou a estudar e licenciou-se em Turismo, área a que se dedicou e publicou algumas obras, dedicadas a Beja.

Joaquim Casaca era uma excelente pessoa, simpático e de fácil trato e relacionamento e muito empenhado nas causas a que se dedicava. Bem formado, sempre com uma perspectiva positiva das situações e das pessoas, passava ao lado do acessório.

À família e às entidades a que esteve ligado apresento os meus sentidos pêsames.

Jaime Serra morreu

Zé LG, 09.02.22

jaime_serra.jpg

Faleceu hoje, aos 101 anos de idade, Jaime Serra, um dos mais destacados dirigentes do PCP, que dedicou toda a sua vida à luta da classe operária, dos trabalhadores e do povo português, contra o fascismo, pela liberdade e a democracia, por uma sociedade nova, o socialismo e o comunismo. Conseguiu fugir das cadeias fascistas sempre que foi preso. A quarta prisão de onde conseguiu fugir foi histórica fuga da Fortaleza de Peniche em 3 de Janeiro de 1960, em que desempenou um papel preponderante.

Foi deputado à Assembleia Constituinte e deputado à Assembleia da República pelos distritos de Setúbal e Coimbra até 1983. Deixou editadas obras, onde inscreve a experiência e vivência própria da luta e actividade política e partidária - “Eles têm o direito de saber”, “As explosões que abalaram o fascismo”, “O abalo do poder” e “12 Fugas das Prisões de Salazar”.

O corpo estará em câmara ardente Sexta-feira, a partir das 16h00, na Casa Mortuária da Igreja S. Francisco de Assis, realizando-se o funeral no Sábado, para o cemitério do Alto de S. João, onde será cremado após cerimónia a realizar pelas 11h30.

À família e ao PCP apresento as minhas sentidas condolências.

Maria Carrilho morreu

Zé LG, 06.02.22

Maria Carrilho.pngMaria Carrilho, antiga vice-presidente da Assembleia da República e antiga eurodeputada do PS, que se destacou pelo caráter pioneiro dos seus estudos na área da Defesa, morreu hoje, em Lisboa, vítima de leucemia, aos 78 anos, no hospital onde se encontrava internada há algum tempo.

Maria Carrilho defendeu necessidade de as instituições europeias passarem a encarar a vertente da cooperação como “uma modalidade mutuamente vantajosa para a UE e os países mais desfavorecidos”, considerando que: “A Europa parece encarar a sua política de cooperação para o desenvolvimento mais como uma obrigação ditada pela má consciência resultante do seu passado colonial, do que como uma modalidade mutuamente vantajosa”.

Era natural do Penedo Gordo.

José Cambado morreu

Zé LG, 03.02.22

2022020318131085.nb.pngJosé António Beirão Cambado, de 65 anos, natural de Beja, morreu hoje, no Hospital de Évora. O funeral realiza-se amanhã, 4, às 15 horas, das Casas Mortuárias para o Cemitério de Beja.

José Cambado era funcionário da Câmara Municipal de Beja, recentemente aposentado. Nos últimos tempos deixei de o ver, ao contrário do que acontecia dantes por nos contactarmos profissionalmente e por residirmos ambos no Penedo Gordo, devido ao seu estado de saúde.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

Manuel Fonseca morreu

Zé LG, 23.01.22

2022012311493186.nb.pngManuel Isidro Fonseca, de 88 anos, natural de Évora, radicado há muitos anos em Beja, morreu hoje, em sua casa. O funeral realiza-se amanhã, às 10 horas, das Casas Funerárias para o Cemitério de Beja.

O Senhor Fonseca, como era tratado, era uma figura que marcou Beja ao longo de décadas. Quem, com mais de 30 anos, não tirou fotografias à Fotopax? Era um excelente fotógrafo profissional. Para além da cobertura de eventos, colaborou com fotografias suas desde o primeiro guia-roteiro “Beja 1966” e em edições, de 1974, da Comissão Municipal de Turismo de Beja, que integrou, até depois em diversas publicações e exposições. Era também um homem culto, muito educado, cordial, com uma voz única, com quem dava prazer falar.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

Morreu a D. Odete

Zé LG, 03.01.22

3d041a_62a6e82999984c86a1e017539ab1defa_mv2.jpgMaria Odete de Assunção Coelho, de 78 anos, natural de Beja, morreu do dia 1, tendo-se o funeral realizado às 10:00 do dia 2, para o cemitério de Beja.

Há muito tempo que não tinha notícias dela e a que há pouco recebi foi esta...

A D. Odete era funcionária aposentada da Câmara Municipal de Beja, onde a conheci há quase 40 anos. Era uma Senhora muito respeitada, funcionária competente, simpática, de trato afável e estimada por todos os que a conheciam.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

Hernâni Dias morreu

Zé LG, 23.12.21

2021122216150456.nb.pngHernâni Manuel Correia Dias, de 88 anos, natural de Évora e residente em Beja há décadas, morreu ontem no Hospital de Beja. O funeral realiza-se hoje, às 15:00 horas, das Casas Mortuárias para o Cemitério de Beja.

Hernâni Dias era militante do PS, tendo sido seu dirigente local e eleito na Assembleia Municipal de Beja. Foi presidente da Associação do Comércio de Beja e da Sociedade Capricho Bejense e membro dos órgãos sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros de Beja, durante largos anos.

Há muito tempo que não tinha notícias dele. Era um homem bom, simpático, cordial, dinâmico, sempre envolvido e empenhado na vida da comunidade. Mantivemos sempre uma relação cordial e de respeito mútuo.

À família e ao PS apresento os meus sentidos pêsames.

António Chícharo morreu

Zé LG, 15.12.21

202112150920132748.pngAntónio Manuel Pereira Chícharo, de 83 anos, natural de Beja, morreu esta madrugada, no Hospital de Beja, vítima de Covid-19. O funeral realizou-se esta tarde para o Cemitério de Beja.
António Chícharo, empresário, presidiu a Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (ANECRA), integrou os órgãos sociais do NERBE/AEBAL e da Associação Comercial do Distrito de Beja. Presidiu à Rádio Pax e desempenhou o cargo de Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Beja.
Em 2019, recebeu da Câmara de Beja a Medalha de Mérito Económico, depois de, entre 2001 e 2005, ter sido eleito na Assembleia Municipal de Beja, pelo PSD.
À família de António Chícharo e ao PSD apresento sentidas condolências.