Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Municípios do Baixo Alentejo “disponíveis para colaborar ativamente para o sucesso da Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura”

Zé LG, 15.06.22

202206131808556787.PNGO presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, e a coordenadora da Equipa de Missão, Paula Mota Garcia, estiveram ontem na reunião ordinária do Conselho Intermunicipal da CIMBAL. Para além da apresentação, foi destacada a necessidade desta Candidatura "ter um âmbito regional, de todo o Alentejo, com a identidade cultural que o caracteriza". Nesse sentido, a CIMBAL afirma que "da parte dos municípios do Baixo Alentejo, foi demonstrada a disponibilidade e vontade de colaborarem ativamente para o sucesso da mesma".

Este “não é um processo de descentralização”, porque “os municípios passam a ser secretarias dos ministérios”

Zé LG, 01.06.22

Sem nome.png

Advertindo que “o reforço de verbas, por si só, não é suficiente”, o presidente da Câmara de Évora previu que “os problemas vão manter-se” na área da Educação, pois “o Governo mantém os rácios para os assistentes operacionais”, salientando que os municípios estão impedidos de contratar funcionários “acima desse rácio”.
Na área da Saúde, “a situação está ainda mais complicada”, porque “as populações que não têm a prestação de cuidados de saúde capaz vão começar a bater à porta dos municípios para exigir aquilo que os municípios não podem dar”, denunciou Pinto de Sá, considerando que “A resposta só pode ser dada através do reforço do Serviço Nacional de Saúde [SNS], com a valorização do pessoal da saúde, para que não fuja para o estrangeiro ou para o privado, e com condições de trabalho capazes”.
O presidente da Câmara de Évora afirmou que este “não é um processo de descentralização”, alegando que “os municípios, em termos práticos, passam a ser secretarias dos ministérios, porque não têm decisão política sobre as matérias e aquilo que fazem é processar os encargos que são transferidos do Governo”.

Nova incubadora em Évora é o “caminho” para desenvolver o interior

Zé LG, 11.05.22

A inauguração do Centro Infante Dom Henrique, o primeiro dos quatro novos edifícios da ampliação do PACT, aconteceu na passada segunda-feira. Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, deu o novo edifício do Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia (PACT) em Évora como exemplo do “caminho” para desenvolver o interior, assente no conhecimento, na inovação e nas pessoas e sublinhou ainda que “a Europa também é isto”, investimento numa infraestrutura científica e tecnológica que, neste caso, englobou um investimento próximo dos 10 milhões de euros.
A inauguração do Centro Infante Dom Henrique, em que esteve também presente a comissária europeia para a Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, esteve integrada nas comemorações do Dia da Europa. Elisa Ferreira considerou que “não havia melhor maneira de celebrar o Dia da Europa senão mostrando as potencialidades que cada território tem”.

Embraer abrtu 100 vagas de emprego em Évora

Zé LG, 05.04.22

am-690x450.jpgA Embraer abriu 100 vagas para Operador Técnico de CNC, Mecânico Ajustador, Mecânico Montador de Estruturas, Operador de Processos Especiais e Moldador, nas unidades industriais Embraer Metálicas e Embraer Compósitos, localizadas no Parque Industrial Aeronáutico de Évora, para responder ao aumento da capacidade de produção. Os trabalhadores contratados têm salário inicial de 900 euros e início imediato.

Recentemente a Embraer anunciou uma parceria estratégica com a espanhola Aernnova para fortalecer a indústria aeronáutica de Portugal. O acordo permitirá a ampliação dos níveis de ocupação nas fábricas de Évora e a diversificação da base de clientes, trazendo novas oportunidades de negócios.

Empresa fabricante de aviões constrói nova fábrica em Évora

Zé LG, 04.02.22

272870476_441925400693347_853521618259424398_n.jpgA empresa “Imaginary Saturn”, que terá sede em Évora, pertencente à “Seamax Aircraft”, vai investir € 5 milhões de euros e criar mais de 70 postos de trabalho até 2025.

Concluída a negociação, na reunião de Câmara Municipal de 26 de Janeiro, foi aprovada a atribuição do lote B-VI do Parque de Indústria Aeronáutica de Évora àquela empresa. Na nova fábrica será construída a nova aeronave Seamax M-42 que, também, poderá produzir as aeronaves Seamax M-22. A Seamax Aircraft Lda. é fabricante de aviões anfíbios desportivos ligeiros.

Maria João Cabral é a cabeça de lista da Iniciativa Liberal (IL) pelo círculo de Évora

Zé LG, 26.12.21

Cabral.pngA arquiteta paisagista Maria João Cabral, nascida em 1966, licenciou-se na Universidade de Évora, depois de um percurso profissional com passagens por vários em ateliers de arquitetura e paisagismo. Trabalhou no projeto Jardins Garcia de Orta para a Expo’98 e na requalificação urbana de Guimarães para a Capital da Cultura 2012, entre outros.

Alexandra Moreira é cabeça de lista do PAN por Évora

Zé LG, 22.12.21

Évora.pngA cabeça de lista do PAN (Pessoas-Animais-Natureza) por Évora às eleições legislativas de 30 de janeiro é Alexandra Moreira, de 53 anos, natural de Coimbra. Residiu em Évora durante 17 anos e reside atualmente em Palmela.

Exerceu funções de jurista na Direção Regional do Ambiente do Alentejo e na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo. Desde 2018, integra a equipa coordenadora e docente da Pós-Graduação em Direito dos Animais da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, instituição onde se formou.

CDS divulga lista de candidatos à AR, por Évora

Zé LG, 21.12.21

CDS.pngA lista do CDS, encabeçada por Ana Costa Freitas, reitora da Universidade de Évora, integra Carlos Mateus Gomes, empresário e ex-vogal do Conselho de Administração do Hospital do Espírito Santo, e a advogada Raquel Maudslay (efectivos) e o jurista vereador em Montemor-o-Novo António Pinto Xavier, a arquiteta paisagista Rita Santana e o engenheiro agrónomo Diogo Amélio (suplentes).

Ana Costa Freitas encabeça a lista do CDS-PP por Évora

Zé LG, 18.12.21

Ana Freitas.pngAna Costa Freitas, licenciada em Agronomia e doutorada em Biotecnologia Alimentar, é professora Catedrática da Universidade de Évora e foi Conselheira no Gabinete de Conselheiros Políticos do Presidente da Comissão Europeia, membro do Conselho Geral e vice-reitora da Universidade de Évora. É a primeira mulher Reitora da Universidade de Évora. Foi escolhida para encabeçar a lista de candidatos do CDS-PP pelo círculo eleitoral de Évora.

Edalberto Figueiredo é o cabeça de lista do Chega pelo círculo de Évora

Zé LG, 16.12.21

Chega Évora.pngEdalberto Figueiredo (à direita na foto), tem 46 anos, é engenheiro de recursos hídricos e, nas autárquicas deste ano, foi candidato do Chega à União de Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras. Carlos Magno Magalhães, presidente da Distrital de Évora do partido, é o segundo da lista de candidatos a deputado, enquanto no terceiro lugar está Ana Esquível Pereira. Conceição Roma, David Rebola e Daniela Serrano são os suplentes.

Capoulas Santos volta a ser escolhido para liderar lista do PS por Évora

Zé LG, 11.12.21

Capoulas.pngA Comissão Política Distrital de Évora do PS aprovou a lista de candidatos a deputados nas eleições legislativas de 30 de janeiro, novamente encabeçada por Capoulas Santos, seguido de Norberto Patinho, Carmen Carvalheira, Cátia Sousa Silva, Tiago Pardal e Maria Clara Safara. Os três primeiros nomes (Capoulas Santos, Norberto Patinho e Carmen Carvalheira) mantêm-se em relação às eleições de 2019, pois conseguiram “o melhor resultado de sempre para o PS de Évora”.

Licenciado em Sociologia, Luís Capoulas Santos, de 70 anos, é deputado e foi ministro, secretário de Estado, eurodeputado e presidente da Assembleia Municipal de Évora.

CDU abandona assembleias de duas uniões das freguesias de Évora, em protesto contra o método de eleição dos executivos

Zé LG, 07.12.21

év.pngOs eleitos da CDU abandonaram as mais recentes reuniões extraordinárias das assembleias das uniões das freguesias do Bacelo e Senhora da Saúde e de Malagueira e Horta das Figueiras, em Évora, lideradas pelo PS, por não reconhecerem a legitimidade política dos órgãos constituídos e dos atos por si praticados.
A CDU apresentou uma ação no Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja na qual contesta o método utilizado para a constituição dos órgãos executivos nestas duas uniões de freguesias de Évora, que levou a que o PS que ganhou as duas autarquias com maioria relativa (quatro eleitos) e ambos os executivos foram constituídos com cinco elementos do PS.

João Oliveira, líder parlamentar do PCP, volta a encabeçar a lista de candidatos da CDU pelo círculo de Évora

Zé LG, 28.11.21

260499632_4758054704252856_5673976575393892215_n.jJoão Oliveira tem 42 anos e é Advogado. Foi membro do Senado da Universidade de Coimbra, da Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra (AAC), da Direcção do Núcleo de Estudantes de Direito da AAC, da Direcção da Associação de Estudantes da Escola Secundária Severim de Faria e do seu Conselho de Escola.

É membro da Comissão Política do Comité Central do PCP, Deputado do PCP à Assembleia da República desde a X Legislatura e presidente do Grupo Parlamentar do PCP. Foi membro da Assembleia de Freguesia da Horta das Figueiras (Évora).

Morreu o médico João Alves Pimenta

Zé LG, 11.11.21

hqdefault.jpgJoão Alves Pimenta, natural de Ponte de Sor, médico especialista de Obstetrícia, morreu no passado domingo, aos 90 anos. O médico foi diretor clínico e diretor do hospital de Évora, tendo passado ainda pelo Conselho Científico da Escola Superior de Enfermagem de S. João de Deus, onde lecionou durante mais de vinte anos.
João Alves Pimenta foi o primeiro Governador Civil de Évora em democracia, ocupando o cargo entre 1974 e 1975 e eleito membro da Assembleia Municipal de Évora em dois mandatos.
João Alves Pimenta foi agraciado, em 2001, com a Medalha de Mérito Municipal – Classe Ouro, pela Câmara de Évora, que aprovou um voto de pesar pelo seu falecimento.

Construção do Hospital Central do Alentejo já arrancou em Évora

Zé LG, 24.10.21

202107302243594580.jpgA obra de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, já arrancou, com a preparação do terreno, com um investimento total de cerca de 210 milhões de euros, cerca de 180 milhões da construção e “mais 30 milhões” para “equipamento de tecnologia de ponta” .

A futura unidade hospitalar, a situar na periferia da cidade de Évora, vai ocupar uma área de 1,9 hectares e ter uma capacidade de 351 camas em quartos individuais, que pode ser aumentada, em caso de necessidade, até 487.

Com 30 camas de cuidados intensivos/intermédios e 15 de cuidados paliativos, a nova unidade vai ter, entre outras das valências, 11 blocos operatórios, três dos quais para atividade convencional, seis para ambulatório e dois de urgência, cinco postos de pré-operatório e 43 postos de recobro.

Abílio Fernandes recebe Doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Évora

Zé LG, 10.10.21

abilio_fernandes-678x381.jpegO Doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Évora a Abílio Fernandes, antigo presidente da câmara deste concelho, vai ser outorgado na próxima quinta-feira, às 11:00, na sala de atos do Colégio do Espírito Santo, após a pandemia de covid-19 ter adiado a cerimónia. O discurso laudatório vai estar a cargo de Rui Namorado Rosa, professor emérito da Universidade de Évora.

Abílio Miguel Joaquim Dias Fernandes, de 83 anos, natural de Moçambique, é licenciado em Finanças pelo Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras de Lisboa e foi presidente da Câmara de Évora durante 25 anos, entre 1976 e 2001. A reitora da UÉ, Ana Costa Freitas, salientou que o autarca “teve um contributo inegável, a seguir ao 25 de Abril de 1974, para a afirmação do Poder Local”. O centro histórico de Évora foi reconhecido em 25 de novembro de 1986 como Património Mundial pela UNESCO.