Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
21
Mar 18

29386682_1684806161596214_2367347838540578816_o.jp

O presidente Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), João Moura Reis, defendeu que “não se pode generalizar” a situação da Urgência do Hospital de Portalegre aos outros serviços, porque “as urgências são uma pequena parte do trabalho que é executado na ULSNA.

O administrador garantiu ainda que estão a trabalhar para “tentar superar todas as dificuldades”, dizendo que “pode demorar mais tempo, mas será encontrada uma solução”.

Sobrelotação e desvio de doentes urgentes para outros hospitais, bem como falta de camas e de médicos, são algumas das situações mais problemáticas que afetam desde há algum tempo o funcionamento da Urgência do hospital de Portalegre.

publicado por Zé LG às 00:02
Nem a propósito:o hospital de Portalegre com as mesmas maletas do de Beja.Sera que os eucalipto(s)ou o eucalipto que existem ou estão para nascer e crescer já produzem os seus efeitos sugadouros às periferias interiores alentejanas?
Ou serao as profissionalizadas gestões políticas que mais não sabem ou não são obrigadas a fazer?
Penso que é um misto há algum tempo previsível.
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 07:53
O problema é transversal e estrutural, não se trata de conjunturas locais.
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 08:17
Não seja assim. Porque é que não faz a leitura diametralmente oposta à sua?
Ou seja, se neste momento a situação em Portalegre e em Beja é aquela que sabemos, e não se vislumbra melhoria alguma a curto e a médio prazo, como é que será no futuro com o tal de hospital central do Alentejo, vulgo "eucalipto"?
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 08:37
Quando não se pode evitar uma tendência em progressão, tem de se imaginar um modo de sobreviver num nicho. Surfem a onda!
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 08:43
Sim ,surfemos a onda. Mas para isso é preciso saber surfar e sarfar bem a onda para podermos ser ganhadores. E ser ganhador não é para qualquer um.
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 14:58
Onde é que anda por aqui a malta do 25 de Abril de 74?
Se fosse como aqui se preconiza, ainda hoje estaríamos no antigo regime.
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 16:51
Velhos e CANSADOS.Alguns já mudaram a ideologia.
Anónimo a 21 de Março de 2018 às 22:26
Fale por si...
Não fuja ao assunto.
Anónimo a 22 de Março de 2018 às 05:40
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
25 de ABRIL sempre! Excelente dia da Liberdade, Zé...
O governo de Adalberto e Centeno sacrificam o SNS ...
No hospital a palavra de ordem é não há no armazém...
Difícil é entender porque é que certos intelectuai...
Esse é o lema na ULSBA
O bom funcionário vive feliz e saudável, quando to...
às 11H00?
safa, aqui aprende-se pouco, ou mesmo nada!
A loucura anual, para depois ano após ano ficar tu...
Cada um lê aquilo quer e vossemecê não tem nada a ...
E o anonimo(a) das 11:24 leu, senão, leia, é capaz...
Que triste pasmaceira!
Estes não se preocupam com coisa alguma e não se ...
Passaram cinco anos. Mudou governo e administração...
Saudável era a dieta daquele ministro obeso. Os ca...
blogs SAPO