Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Sines vai acolher o "maior investimento estrangeiro” desde a Autoeuropa

Zé LG, 06.05.21

imgLoader2.ashx.jpgA empresa de capitais anglo-americanos Start Campus vai investir 3,3 mil milhões de euros, ao longo dos próximos quatro anos, e criar 1.200 empregos diretos altamente qualificados e oito mil indiretos, num megacentro de dados global em Sines, “um dos maiores ‘campus' de centros de dados da Europa”, que permitirá “alavancar a posição geográfica estratégica de Sines e de Portugal através dos novos cabos submarinos agora a entrar em operação, em construção ou em desenvolvimento".

A escolha de Sines para instalação do projeto é justificada com “a disponibilidade de energia verde local a preços competitivos, combinada com a proximidade geográfica a três continentes e com a ligação rápida através de novos cabos submarinos de alta velocidade”. Fatores que fazem de Sines “um local ideal que projeta Portugal no tráfego internacional de dados, apontado como o novo 'petróleo' da economia digital".

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, aponta o "enorme potencial de exportação de serviços" do megacentro de dados global anunciado para Sines, considerando tratar-se do "maior investimento estrangeiro” captado pelo país desde a Autoeuropa.

3 comentários

Comentar alvitre