Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Será que pdemos ficar descansados?

Zé LG Zé LG, 17.05.14

“A dispersão territorial do Alentejo não permitiria que houvesse apenas uma maternidade a funcionar. Vamos continuar com a rede hospitalar que foi definida, em conjunto com as instituições” foi a resposta dada pela ARS Alentejo à Lusa, depois de câmaras do Baixo Alentejo e do Conselho Distrital de Beja da Ordem dos Médicos terem contestado o eventual fecho de serviços no hospital de Beja, como a maternidade. Actualmente existem três maternidades na região, nos hospitais de Évora, Beja e Portalegre, o do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, tem serviço de Ginecologia e Obstetrícia, mas não possui sala de partos.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=2914

3 comentários

Comentar alvitre