Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Resialentejo vai ampliar aterro sanitário de Beja

Zé LG, 27.02.21

Resialentejo-aterro-Beja-1024x576.jpgA empresa intermunicipal Resialentejo – Tratamento e Valorização de Resíduos, que serve oito concelhos (Almodôvar, Barrancos, Beja, Castro Verde, Mértola, Moura, Ourique e Serpa) vai avançar com a ampliação do seu aterro sanitário, no parque Ambiental do Montinho, a cerca de 10 quilómetros de Beja, num investimento avaliado em cerca de dois milhões de euros.

Segundo o director-geral da empresa, José Pinto Rodrigues, as obras deverão arrancar no decorrer do próximo ano de 2022, prevendo-se que a nova célula de deposição e confinamento de resíduos esteja “pronta para utilização em 2024”, acrescentando que a nova célula de confinamento “terá uma capacidade a rondar os 1,5 milhões de toneladas”. “Ou seja, será suficiente para os próximos 30 anos”.

2 comentários

Comentar alvitre