Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PCP quer mais fiscalização na Almina – Minas de Aljustrel

201812241225153249.pngO Grupo Parlamentar do PCP voltou a questionar o Governo sobre o que se passa nas Minas de Aljustrel. Neste requerimento o PCP diz que a frequente ocorrência de acidentes é da maior gravidade e exige o esclarecimento cabal dos factos e o apuramento de todas as responsabilidades nos acidentes ocorridos nesta mina, da responsabilidade da Almina.

Nas minas de Aljustrel só nos últimos meses dois trabalhadores perderam a vida e esta semana aconteceu mais um acidente onde um trabalhador das lavarias foi vítima de uma descarga elétrica de 6 mil voltes, tendo ficado em estado grave. Trata-se de um trabalhador contratado através de uma empresa de subcontratação que opera nesta mina, refere o deputado do PCP, eleito por Beja, João Dias frisando que apesar dos vários requerimentos efetuados, o Governo continua sem responder.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exactamente!"O tempo é o único capital das pessoas...

  • Anónimo

    Boa notícia, nos tempos conturbados actuais.

  • Anónimo

    O caro(a) CGP pode sempre juntar-se ao Beja Merece...

  • Anónimo

    Vamos lá ver......Gostava muito mais que fossem an...

  • Anónimo

    Torna-se importante reflectir se cada um de nós e...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds