Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
24
Abr 18

A DORBE do PCP exige um financiamento adequado para a saúde e uma nova política para que todos os constrangimentos identificados possam ser corrigidos, em prol de uma melhor saúde para todos.

Os serviços prestados às populações degradam-se diariamente e “À dramática carência de recursos humanos” junta-se a “falta de material básico de consumo corrente (ausência de reagentes no Laboratório de Análises Clínicas do Hospital, de pensos nos Centros de Saúde, fraldas no Serviço de Psiquiatria), condições desumanas no atendimento e estadia no Serviço de Urgência (…)”, para além de atrasos na marcação de consultas.

publicado por Zé LG às 18:52
No hospital a palavra de ordem é não há no armazém.Incompetencia de gestão é o que é.Enquanto lá est3ve uma certa pessoa que todos sabemos não havia faltas de material.Agora com os novo gestor financeiro que veio do INEM é o que se vê.
Anónimo a 24 de Abril de 2018 às 19:46
O governo de Adalberto e Centeno sacrificam o SNS no altar das agências de notação financeira. Continuação da austeridade para os Serviços de Saúde. Continuação da degradação da qualidade nos serviços públicos. Os trutas dos negócios agradecem...
Anónimo a 24 de Abril de 2018 às 22:52
Nova Tróia,ainda pior que a outra no hospital.
Anónimo a 25 de Abril de 2018 às 14:03
o Sr Deputado João Dias, que há poucos dias deixou a instituição, devia zelar para que não se publicasse asneiras deste calibre! A DORBE referir que faltam fraldas na psiquiatria .., pensos nos centros saúde... é no mínimo uma manifestação ridícula de ignorância da logística da ULSBA, o habitual que por aqui se vai veiculando, tristes !
Anónimo a 25 de Abril de 2018 às 22:42
Onde está isso da "falta de fraldas"?
no comunicado da DORBE do PCP aqui colocado aqui algures
Anónimo a 26 de Abril de 2018 às 20:50
não é algures, é aqui por cima, mas onde anda a AMP que nem os post lê com atenção..., ou foi intencional para desviar a atenção.... vamos lá saber...
Anónimo a 26 de Abril de 2018 às 20:52
Não tinha aberto o segundo link, tomei como certo que era o mesmo que o primeiro. Não tenho conhecimento de qq falta de fraldas, pelo menos até sexta feira passada (estou de férias está semana). Se houve não foi, seguramente, uma coisa importante.
Foi uma gralha. Queriam dizer Pediatria!
Anónimo a 26 de Abril de 2018 às 23:24
Assim não vale...vir para aqui gabar-se que no seu tempo não faltava nada; não exagere!
Anónimo a 25 de Abril de 2018 às 22:47
A mediocridade dos políticos de Beja.
Anónimo a 26 de Abril de 2018 às 21:03
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sr. Presidente Paulo Arsenio o que se passa com os...
Tenho uma dúvida, será que com a praia cheia de pe...
Toino João!...
Belíssimo cartaz!
Pseudo anónimo das 14.00, não tenho procuração do ...
Quem ainda mantém este esquema de análise - a ilus...
O Dr. Munhoz Frade não tem a receber lições de mor...
Quem se atreve a mandar postas de pescada a quem s...
A propósito de opção de classe: qual foi a opção q...
Anónimo das 14:00h: quem não assume a identidade p...
Estou a ver-te de mãozinha estendida a tentar toca...
E mal gerido por aprendiz de feiticeiro..A casa nã...
Em Beja...
À falta de assunto, sai lá uma praia.
O SNS está FALIDO!!!
blogs SAPO