Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O silêncio do presidente da Câmara de Beja

Ao longo dos anos dois assuntos têm dividido autarcas no âmbito das suas responsabilidades intermunicipais: o museu de Beja e o Diário do Alentejo. Em ambos os casos o adiamento, ad aeternum, tem revelado ou incapacidade ou desinteresse, conforme se deseje interpretar o falhanço. E em ambos os casos sobressaiu sempre uma luta partidária com consequências nefastas para a resolução dos problemas. O que é lamentável.

Estranho, que nem comunicação social, nem agentes políticos, nem defensores do património se preocupem com o silêncio de João Rocha. Sempre o silêncio. E que se veja na discussão deste tema sempre pouco do muito que está em causa.

Espero, sinceramente, que este seja finalmente o tempo do Museu de Beja, e que se lhe siga o tempo do Diário do Alentejo. Com iguais sensatez e responsabilidade.

Leia todo o texto de Jorge Barnabé em: http://www.alentejoemlinha.pt/finalmente-o-museu/

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

  • Anónimo

    Esta questão tem acontecido com a conivência de vá...

  • Anónimo

    Lixo e buracos nas ruas e estradas constituem a im...

  • Anónimo

    Uma gestão camarária que nem do lixo dá conta!Quan...

  • Anónimo

    Continua a apresentar boas respostas. Durante 40 a...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.