Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O que se passa no Hospital Distrital de Beja?

Duas enfermarias do Hospital de Beja desinfestadas devido a ácaros do ambiente

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=3515

Ácaros obrigam a desinfestação no Hospital de Beja

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=4636

 

Afinal o que se passa no Hospital Distrital de Beja? Com frequência vêm a público notícias sobre o mau funcionamento do Hospital e a degradação dos serviços que presta. Cada vez mais, são mais as pessoas que dizem que procuram outras alternativas ao Hospital de Beja porque não existem especialistas ou não confiam nos que existem.

Há pouco tempo realizou-se uma reunião entre a Administração da ULSBA e o presidente da ARS do Alentejo e os autarcas, da qual foi divulgada uma acta que relatava os assuntos abordados mas não referia conclusões. Ou seja, ficámos sem saber se os problemas existentes vão ser resolvidos, como e quando ou se vão manter.

Só com uma informação correcta e com o envolvimento das populações será possível evitar a aparente progressiva desqualificação do Hospital. Cabe à Administração da ULSBA e aos autarcas assegurar a informação e aos autarcas o envolvimento das populações para que tal não se verifique.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 03.08.2014 22:00

    Os próprios utentes do SNS tem uma cultura hospitalocentrica .Entre os profissionais de saúde o termo está muito em desuso .
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 03.08.2014 22:38

    E quem é que disse que o grave problema do hospitalocentrismo é só e da única responsabilidade dos pro
    fissionais ... dos hospitais?
    O que se disse aqui e muito bem, é que se trata de uma autentica "doença". Causada por múltiplos factores que se intricam de forma a que seja muito difícil embora necessário e imperioso o respectivo tratamento.
    Sob pena de que não haja não só dinheiro para a continuar a manter, como não contribui da melhor forma para os objectivos que se pretendem alcançar - a saúde e o bem estar da população.
  • Sem imagem de perfil

    Desideratum 03.08.2014 23:54

    Sr. Anônimo das 22:38. Já se deu ao trabalho de saber como se deve quantificar a proporção certa para distribuir o orçamento de modo equilibrado, entre os vários níveis de cuidados públicos de saúde? Muita da atividade de pervença feita nos centros de saúde vai causar despesa nos hospitais. Como pensa que se fazem diagnósticos precoces? Acha que os exames são baratinhos? Ou será preciso reforçar as verbas dos centros de saúde para que se ensinem as pessoas a ter estilos de vida saudáveis, para que ensinem as pessoas a saber comer saudável? Esse ensino não deve ser feito nas famílias e nas escolas? Acha que se pode continuar a cortar verbas aos hospitais? Acha que esse dinheiro não faz falta para tratar os doentes? Hospitalocentrismo é um papão para entreter pacóvios.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Exactamente!

    • Anónimo

      Um bom exemplo! Que aliás deveria ser replicado co...

    • Anónimo

      Zobaida disse aqui e muito bem, que depois de algu...

    • Anónimo

      Os meus parabéns a Rui Raposo e colaboradores. Jov...

    • João Espinho

      As duas formas estão correctas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds