Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O QUE SE PASSA COM A EMAS?

Zé LG Zé LG, 21.07.15

DSC_0003.jpg

DSC_0002.jpg

DSC_0001.jpg

Há mais de três semanas que esta rotura se mantém no Penedo Gordo, mesmo em frente da esplanada de um café, correndo a água para um sumidouro uns 20 metros abaixo, conforme mostram as fotografias.

Há cerca de uma semana contactei por telefone o piquete da EMAS, tendo o funcionário que me atendeu garantido que ia dar andamento ao assunto. Depois disso enviei dois e-mail's, o último dos quais ontem e acompanhado destas fotografias.

A situação mantém-se. Porquê? Porque não tem importância desperdiçar-se tanta água? Para que servem as campanhas apelando à sua poupança? Quem a paga? Ou por desleixo? Quem assume a responsabilidade? É esta a importância que dão à participação dos cidadãos alertanto para o que precisa de reparação?

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 21.07.2015

    As empresas públicas não são de ninguém ou melhor são nossas, do povo. Não são deste, daquele ou do outro. Mas também sejamos justos, estes compram máquinas de fazer alcatrão para a câmara ou outros fizeram a melhoro obra desde o tempo do Lopes guerreiro
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.