Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
08
Out 15

thumbs.web.sapo.io.jpegEmbora reconhecendo que o programa do PS "não corresponde a uma aspiração de ruptura com a direita", o secretário-geral do PCP defendeu que nada impede o PS de formar governo, apresentar o seu programa".
"O PS terá de escolher entre associar-se à viabilização e apoio a um governo PSD/CDS ou tomar a iniciativa de formar um governo que tem garantidas condições para a sua formação e entrada em funções", afirmou, não colocando como condição uma participação num eventual Governo.

publicado por Zé LG às 00:32
Está na hora de agarrar nas caçadeiras, vem aí a reforma agrária. Com os invejosos do PS que tudo querem, a esquerda caviar que só gosta de partilhar o que é dos outros e o PCP, que nada partilha mas que a única coisa que pretende é espremer a riqueza que os outros criaram até à última gota em proveito próprio. O navio começa a afundar e se a assim for desta vez é a pique... Uma invasão de oportunistas...
tiro no porta aviões a 8 de Outubro de 2015 às 08:46
Ih, ih, ih! A direita em estado de choque... Até um insuspeito antigo apoiante de Savimbi vem passar um atestado de bom comportamento ao PC. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.
Plebeu a 8 de Outubro de 2015 às 09:10
A direita em estado de choque!!! AHAHAH ... quando estes 3 se juntarem, se se juntarem, será o fim da esquerda, os portugueses irão finalmente perceber porque o país deu o estoiro ... e nas próximas vai ser com maioria das boas ... sem absolutismos, nem vontades de poder a qualquer preço, a pensar no país e não nos egos de cada um ...
azeiteiro a 8 de Outubro de 2015 às 10:03
Ó manteigueiro, vai uma aposta?
Compadri a 8 de Outubro de 2015 às 10:29
A direita prepara-se para eleger o PR. A primeira facada no Sampaio da Nóvoa acaba de ser desferida pelo PC, ao anunciar um candidato próprio.
Plebeu a 8 de Outubro de 2015 às 15:48
Depois de o PS lhe ter tirado o tapete.
Anónimo a 8 de Outubro de 2015 às 16:10
Acordo secreto?
Anónimo a 8 de Outubro de 2015 às 18:00
E as criancinhas, fujam com elas, vão ser comidas ao pequeno almoço. Para não falar dos velhos a "apanhar" injecções atrás das orelhas.
descansa que a ti não te comem avozinha...
Anónimo a 9 de Outubro de 2015 às 00:03
Absolutamente descansada, não se apoquente, só quem eu quero

Dra. provavelmente um bom conselho, há uma ala que também gostava disso... quanto às injecções detrás das orelhas, fica-lhe mal esse palavreado para quem trabalha em saúde mental...
tiro no porta aviões a 8 de Outubro de 2015 às 09:51
Ele há alas para tudo, como sabe.

PS: adoro a expressão "fica-lhe mal", adoro mesmo e, neste caso, a relação causa/efeito apresentada ultrapassa-me.
o que lhe fica mal é voce vir praqui contar estórias da carochinha, isso sim! E não à quem lhe compre a camioneta, puxa!
Anónimo a 9 de Outubro de 2015 às 00:05
A seu tempo, a seu tempo
É tempo de atirar os velhos ódios para trás das costas e enterrar os machados da guerra entre as esquerdas. É preciso que a esperança renasça!
P. Plebeu a 8 de Outubro de 2015 às 12:40
Parece que vai haver um grande reboliço de mudanças de câmaras municipais e de juntas de freguesia! É que, segundo alguns constitucionalistas, na quase totalidade delas, os partidos que ficaram em segundo e terceiro lugares obtiveram juntos mais votos que os vencedores…
confuso a 8 de Outubro de 2015 às 12:51
João Espinho a 8 de Outubro de 2015 às 12:55
Em Beja o caso não se coloca. O terceiro partido nas autárquicas foi "correndo" dar o apoio aos vencedores sem maioria absoluta. A Coligação PCP/PEV/PPD/PSD/CDP/PP funcionou aqui no burgo às mil maravilhas!
Sendo assim deixem-me ver se percebi bem: No plano autárquico as coligações PCP/Direita são uma maravilha; No plano nacional a eventual coligação PS/PCP é um perigo.... Ai, ai, dois pesos... duas medidas...
Não faz mal "acagaçar" o PSD e o CDS que não tiveram coragem em concorrer separados.
E agora ou cedem a muitas das propostas do PS ou... ficam uns tempos em cura de oposição a ver um governo PS/CDU/BE.
O PS faz muitíssimo bem em dialogar com todos à direita e à esquerda. Estranho seria se não o fizesse.
Portanto decidam lá rápido o que preferem, meninos e meninas da "Coligação". O tempo está a contar...
Anónimo a 8 de Outubro de 2015 às 19:23
@confuso,
Tem toda a razão, comentário na mouche. Passam a ganhar as eleições e a ser governo aqueles que as perderam mesmo destilando ódio entre eles na campanha eleitoral. Dessa maneira, o PS torna-se um pequeno partido e os eleitores do centro passam a votar mais à direita.
atento a 8 de Outubro de 2015 às 14:20
Vem ai a reforma agrária vamos assaltar roubar o que dos outros,Jerónimo a querido lider e o puto Oliveira Chung xui porta voz da tropas de controlo fronteiriço!
Anónimo a 8 de Outubro de 2015 às 18:37
O QUE DIZEM OS NÚMEROS

Para fazer uma análise mais fina dos resultados eleitorais, aqui ficam alguns dados.
43% dos eleitores preferiram não votar, ou seja 4 059 465 cidadãos.
No PàF (mais PSD e CDS nas Ilhas) votaram 2072462, ou seja, 38,51% dos votantes e 21,9% dos eleitores;
No PS votaram 1742002, ou seja, 32,38% dos votantes e 18,4% dos eleitores;
No Bloco votaram 549838, ou seja, 10,22% dos votantes e 5,8% dos eleitores;
No PCP votaram 444905, ou seja, 8,27% dos votantes e 4,7% dos eleitores;

Daqui se retira que:

61,49% dos votantes e 78,1% dos eleitores não votaram no PàF
67,62% dos votantes e 81,6% dos eleitores não votaram PS
89,78% dos votantes e 94,2% dos eleitores não votaram Bloco
91,73% dos votantes e 95,3% dos eleitores não votaram PCP

De onde se infere que um Governo apoiado pelo PàF e com o beneplácito do PS tem o apoio de 70,89% dos votantes e de 40,3% dos eleitores;

Um Governo apoiado pelo PS com o beneplácito do BE e do PCP tem o apoio de 50,87% dos votantes e de 28,9% dos eleitores.
Anónimo a 9 de Outubro de 2015 às 09:05
Essas são as continhas que baralham a cabeça de Cavaco Silva. O pior é quando tem de somar deputados.
Anónimo a 9 de Outubro de 2015 às 10:15
O conto das mil e uma noites!!!
É assim que António Costa vai viajado, de tapete voador em tapete voador até à queda final ou não.
Já empurrou uns quantos para fora do tapete voador, agora ofereceu boleia a mais uns quantos, o seu instinto "assassino" obriga-o a jogadas pouco claras. Sabe que só um tapete o pode salvar, o do PáF, por isso faz bluff à esquerda para de seguida lhes tirar o tapete e entrar no outro como o salvador da pátria, uma entrada triunfal. Os outros lá terão de o aceitar no tapete pois o momento é de responsabilidade e a queda pode ser grande... Mas tenham cuidado pois o "Homem Bomba" vai a bordo...
mustaffa a 9 de Outubro de 2015 às 10:17
Uma qualidade dos grandes políticos sempre foi o "atrevimento". Ao contrário do anterior, parece que audácia não falta ao atual secretário geral dos socialistas. Audaces Fortuna juvat...
Pancrácio a 9 de Outubro de 2015 às 10:57
... uma zorra velha, é o que é.
eu a 9 de Outubro de 2015 às 18:07
Sobre votos, partidos mais votados, coligações... Paulo Portas versão 2011 http://jugular.blogs.sapo.pt/a-memoria-e-fodida-tomo-3897206
Ana Matos Pires a 9 de Outubro de 2015 às 23:29
Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O bom funcionário vive feliz e saudável, quando to...
às 11H00?
safa, aqui aprende-se pouco, ou mesmo nada!
A loucura anual, para depois ano após ano ficar tu...
Cada um lê aquilo quer e vossemecê não tem nada a ...
E o anonimo(a) das 11:24 leu, senão, leia, é capaz...
Que triste pasmaceira!
Estes não se preocupam com coisa alguma e não se ...
Passaram cinco anos. Mudou governo e administração...
Saudável era a dieta daquele ministro obeso. Os ca...
Ambiente saudável...
podia ter colocado uma foto da sala de macas da ur...
Tal como o cartel dos madeireiros.
e não é para menos! Vamos continuar a rir? Porque ...
Passando agora dos investidores chineses para os e...
blogs SAPO