Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“O NOVO NORMAL” NA EDUCAÇÃO VEIO PARA FICAR?

Mais de um mês depois da abertura do novo ano lectivo, podíamos escrever de novo o que escrevemos aqui há um ano. Ainda não foram colocados os professores de ensino especial nem os terapeutas de apoio ao alunos que deles necessitam. Continua a saga da dificuldade de substituição dos professores que faltam, o que obriga à distribuição dos alunos dessas turmas por outras, com a perturbação que isso gera. Ainda há falta de pessoal auxiliar em muitas escolas, o que levou a que os trabalhadores ao serviço fizessem greve hoje numa escola, devido à sobrecarga de trabalho.

E perante esta “nova normalidade” o governo e os responsáveis do Ministério da Educação, que afirmaram que o novo ano lectivo tinha começado com normalidade, não aparecem a pedir desculpa por estas faltas, nem a informarem quando elas vão ser ultrapassadas.

E nós, os pais e encarregados de educação, que em anos anteriores nos mobilizámos para reivindicar a resolução rápida destes problemas, parece que nos habituámos a esta “nova normalidade”, talvez anestesiados pela “geringonça”… Mas isso não pode acontecer! Não podemos aceitar o que sempre contestámos. Não podemos calar a nossa indignação perante o mau funcionamento dos serviços públicos, designadamente os de Educação, que ano após ano, repetem as mesmas falhas, que mais penalizam os alunos que mais necessidades têm. Não nos podemos acomodar quando estão a lixar o futuro dos nossos filhos!

Comentários recentes

  • Anónimo

    Falta a apreciação dos verdadeiros adeptos ! Que s...

  • Anónimo

    Em nada melhor que o anterior.Muito fraquito mesmo...

  • Anónimo

    fraco...fraquinho

  • Anónimo

    Um balanço morno. Nem carne nem peixe. Deve ser ve...

  • Anónimo

    Para mim o balanço é francamente negativo. As expe...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.