Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Nenhum território tem futuro sem pessoas. Pessoas em idade para trabalhar e que tenham emprego."

Zé LG, 23.05.19

IMG_7447.JPGUma coisa é certa. Não é possível inverter esta situação sem que isso seja um desígnio nacional. E a solução não passa por políticas de incentivo à natalidade nestes territórios em processo de despovoamento, pois que velhos não fazem filhos.
... A solucão tem que assentar em dois eixos estratégicos: Um deles que tenha como objectivo a fixação das pessoas que ainda vão nascendo nesses territórios e que as impeçam de os abandonar quando entrarem na idade activa. O outro eixo tem que ter o objectivo de atrair pessoas de fora, sejam elas portuguesas ou de outros países, sejam eles da União Europeia ou não.
Assim termina Vitor Silva a sua crónica sobre “o envelhecimento do interior”, que pode ler e ouvir aqui.