Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Negacionistas” fizeram espera ao vice-almirante Gouveia e Melo, para lhe chamarem “ASSASSINO”

Zé LG, 16.08.21

237608267_10220871390955354_3558515033266495886_n.«Já pacificado com a idiossincrasia da farda e cimentada a minha admiração pelo trabalho que o vice-almirante Gouveia e Melo tem vindo a fazer no “campo minado” que é a vacinação em Portugal… “minado” por figuras ávidas de protagonismo, com o descontrolado Marcelo à cabeça…… ainda vivi o suficiente para “ouver” bandos de energúmenos fazer uma espera ao homem, para lhe chamarem “ASSASSINO”.

São os mesmo que vomitam alarvidades sobre a “ditadura socialista” em que vivemos, o “marxismo cultural”, a “ditadura das máscaras”, a “ditadura das vacinas”…

 

Tirando alguma franjas de imbecis ainda mais irrelevantes, há duas ordens de “gente” que andam a ladrar “DITADURA” pelas ruas e redes sociais:

1. Bandos de cachopos que nem viveram, nem estudaram o suficiente para saber o que foi a ditadura em Portugal.

2. Filhos da puta já mais velhos que sim, conheceram a ditadura… alguns viveram mesmo nela… e têm saudades do fascismo.

Os primeiros, querem apenas atenção e mostrar que aprenderam umas coisa nas caixas de comentários das redes sociais, dos jornais e divulgadores de teorias da conspiração e “fake-news”.

Os segundos esperam que, organizando um clima que leve ao derrube desta “ditadura”, virão a conseguir instaurar um regime fascista.

Não vão ganhar!

Os primeiros, em grande número, acabarão por corar de vergonha quando começarem a perceber…

Os segundos vão morrer de morte natural… e já ontem era tarde!»

Samuel Quedas, aqui.

 

11 comentários

Comentar alvitre