Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Não me agrada a ideia do voto obrigatório

Zé LG Zé LG, 15.04.14

O&O – Entende que o Voto deveria ser obrigatório? Se sim, em todas as eleições?
LG – Não me agrada essa ideia, porque se as pessoas não votam é porque têm as suas razões, sendo seguramente uma das principais a frustração que sentem pelo frequente incumprimento das promessas eleitorais. As pessoas não gostam de ser enganadas. Se a definição clássica de Democracia – governo do povo, pelo povo e para o povo – fosse aplicada não existiria tanta abstenção. 

O&O – Partilhe o porquê dessa opinião.
LG - Embora sabendo que algumas evoluções, como o aumento da participação das mulheres nos órgãos do poder, não teriam acontecido tão depressa se não tivessem sido impostas regras (quotas) com esse objectivo, não me agrada que o exercício da cidadania seja conseguido através de imposições legais. Esta deve ser fomentada através de medidas que convidem à participação das pessoas na vida política, designadamente mostrando que a sua opinião conta e que é respeitada, ao contrário do que se verifica com demasiada frequência.

O&O – Que propostas concretas faria para a diminuição da abstenção no panorama atual?

LG - Estabelecer como razão para a demissão do governo e dos executivos autárquicos que estes desenvolvam políticas e práticas contrárias às promessas eleitorais das forças que os sustentam. Considerar a abstenção na distribuição dos lugares em disputa, ficando vagos os que lhes corresponderem. Fomento a participação popular e a cidadania activa, através de referendos e outros meios, com recurso às novas tecnologias. Facilitar a apresentação de petições à AR e a obrigatoriedade desta de as discutir.

O&O – Partilhe uma ideia concreta que entenda que pudesse levar as pessoas a participar mais na política e na causa pública em períodos não eleitorais?

LG – Assegurar que a sua opinião conta e é respeitada. A prática do orçamento participativo, fixando uma percentagem crescente a ser decidida por participação directa das pessoas na decisão de projectos a executar parece-me uma boa ideia, já testada. 

In: http://miguelgois.wordpress.com/2014/04/14/o-oo-de-lopes-guerreiro-voto-obrigatorio-simnao/

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.