Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“não desenvolvam estratégias de intervenção em saúde mental desgarradas daquilo que está a ser feito a nível nacional no SNS”

Zé LG, 05.04.20

92104334_1302361193296236_5911218387756777472_o alPercebendo o gesto de boa vontade que norteou, seguramente, esta iniciativa (Município de Alvito disponibiliza linha de atendimento psicológico e bem-estar) não posso, nem devo, enquanto coordenadora regional da saúde mental da ARSAlentejo, deixar de alertar para os seus riscos .
... há uma resposta organizada da saúde mental no SNS em situações de acidente ou catástrofe (Despacho 7059/2018) que está ativado em todo o país - foi ativado por mim, no Alentejo, a 15 de março. Podem ver mais informação aqui.

Na área de abrangência da ULSBA foram feitas formações específicas no modelo de intervenção, validado pela OMS e pelo Programa Nacional para a Saúde Mental da DGS, a pontos focais das diferentes autarquias - numa colaboração muito importante e com disponibilização dos meios técnicos para video conferência pela CIMBAL - exatamente para não se fazerem intervenções desgarradas e para todos saberem as redes de resposta que estão montadas nos CSP e no Serviço de Psiquiatria da ULSBA. A alteração da atividade clínica para "não presencial" determina que a articulação e o encaminhamento das pessoas seja muito rígido e muito bem conhecido pelos profissionais e parece-me muito perigoso o desenvolvimento de estratégias isoladas.

Querem ajudar? Contactem o serviço de psiquiatria da ULSBA, articulem-se com a resposta nacional de intervenção em crise, não trabalhem sem rede, é mau para quem precisa.

Ana Matos Pires 05.04.2020, aqui.

ESCLARECIMENTO:

Pediu-me a Drª. AMP que informasse que o Serviço prestado pela CM de Alvito está de acordo com as normas definidas, bastando acrescentar no cartaz o nome dos tècnicos que fazem o atendimento.

10 comentários

Comentar alvitre