Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

MORREU O JOSÉ DIOGO, O TRATORISTA DE COLUMBANO MONTEIRO

Zé LG, 13.08.15

Liberdade+para+José+Diogo.jpgFaleceu, hoje em Casével, o José Diogo, o tratorista do Dr. Columbano Monteiro, que deu o mote ao documentário cinematográfico do Luís Galvão Teles "Liberdade para José Diogo". Foi o personagem endeusado por alguma extrema-esquerda, principalmente através da mediatização do célebre Julgamento Popular de Tomar em 1975.
José Diogo Luís, no dia 30 de Setembro de 1974, então com 36 anos, esfaqueou Columbano Líbano Monteiro, um proprietário rural de 78 anos, abastado lavrador, que era um homem do regime deposto em Abril de 1974 - ex-legionário, amigo íntimo de Santos Costa, ministro de confiança de Salazar, antigo presidente da Câmara Municipal de Castro Verde. A vítima fora esfaqueada depois de uma discussão entre os dois, tendo vindo a falecer das complicações dos ferimentos duas semanas depois.

1 comentário

Comentar alvitre