Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

«LIBERTEM-SE, PENSEM PELAS VOSSAS CABEÇAS»

Zé LG, 23.08.15

… caramba, uma pessoa já nem pode ter opinião própria, se é oposição tem de falar mal, mesmo que julgue a iniciativa como boa, se é alinhado tem de falar bem, mesmo que considere a iniciativa como má. Meus senhores, libertem-se, pensem pelas vossas cabeças, acção positiva e crítica construtiva é o que se pretende, concordem, discordem mas não resumam tudo à politiquice, aos grupinhos e aos feudos. Já se aperceberam que alguns até metem fastio? Antes eram as pulidetes, agora são as rochetes, todo e qualquer individuo que parta desse pressuposto, com estas piadinhas jamais conseguirá discernir com a isenção e a independência que se aconselha e pretende. Todo e qualquer indivíduo que se limite a vociferar e a debitar ódio político-partidário jamais conseguirá realizar e aperceber-se do que é de facto importante para a nossa cidade e jamais terá a capacidade de se "desprender" dos partidarismos bacocos que em nada abonam para uma séria e honesta discussão politica em prol do bem comum em geral e da cidade de Beja em particular.
Comentário de Vitor Paixão a 22 de Agosto de 2015 às 02:01, AQUI.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Vitor Paixão 25.08.2015

    Grande folião V. Exa. me saiu, que por detrás de um pseudónimo não faz mais senão verborrear. Alturas há em que devemos ficar calados, outras em que devemos falar. Não poucas vezes as coisas que nos rodeiam mudam e de que maneira, mas depois cria-se aquela sensação de que somos nós que mudamos consoante as marés e o que mais nos convém quando na verdade os principios, as ideologias, as politicas são mandadas às urtigas, quando na verdade o que interessa é o tacho a todo e qualquer custo. Caro folião, todas as noites durmo descansado e se por detrás desse pseudónimo, ainda que o mantenha, for um homem ou uma mulher de coragem (duvido) então faça favor de especificar e detalhar o que lhe vai (erradamente) na ideia, mas olhe que depois a coisa pode dar para o torto!
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.