Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"Israel vive numa impunidade eterna há muitos anos"

Zé LG, 26.11.23

231122_LB-Francisco-Seixas-da-Costa-17-11-23-6592-crop-1700666112-3150x2044.jpg«Os EUA vivem completamentede mãos atadas, porque são reféns do lobby judaico-americano, que, de certa maneira, controla quer o Partido Democrata quer o Partido Republicano. A verdade é que Israel vive numa impunidade eterna há muitos anos, e o mundo compra a versão de que Israel é a vítima nesta história.

É verdade que um horror não pode justificar outro horror. O horror de 7 de outubro não pode ser justificado por este horror agora. Estava a olhar para aquelas imagens dos hospitais e pensei que nós esquecemos que há alí doentes. E não são doentes normais, com uma apendicite. Não, são os doentes dos ataques da véspera. Em que medida é que isto consegue comover a comunidade internacional? Não sei. Israel nunca se importou muito com a sua imagem internacional; Israel nunca fez grande diplomacia pública. ... porque Israel sempre considerou que tinha as costas quentes, nomeadamente quer dos EUA quer de certos setores da opinião pública europeia -.o que lhe permitiu fazer, ao longo do tempo, várias coisas que, de certa maneira, chocaram muita gente, mas que nunca foram suficientes para criar um movimento de opinião pública com eficácia prática.»

Francisco Seixas Costa, embaixador aposentado, in revista VISÃO desta semana.

12 comentários

Comentar post