Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Foi um mandato difícil, desgastante e sofrido”, queixa-se Paulo Arsénio, presidente da Câmra de Beja

Zé LG, 29.05.21

Entrevista-Paulo-Arsénio-768x556.jpgO presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Arsénio, candidato a um segundo mandato, fez um balanço dos últimos quatro anos, considerando que foi um mandato marcante para o desenvolvimento do concelho e que “fez mais e melhor”, bastando, para verificar isso, passar pelo Centro Histórico e alguns locais da Cidade e por algumas aldeias.

O autarca do PS explica que o processo do Hospital Privado “teve cerca de oito meses à espera de uma aprovação das Estradas de Portugal”, que dizia respeito “à questão dos acessos” e assegura que “o grupo hospital mantém o interesse em instalar esta unidade no município de Beja”. Acessibilidades, habitação, dimensão social, a par do sector da saúde, foram temas abordados ao longo da Grande Entrevista, na Rádio Pax.

No final do mandato, Paulo Arsénio revela que “manter” o atual “ritmo de lançamento de obras e de conclusão de projetos” será a prioridade do executivo municipal.

29 comentários

Comentar alvitre

Pág. 1/2