Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
14
Nov 16

15925648_w2l9F.jpeg

Dois meses depois de iniciado o ano lectivo e eis que só agora chegam os terapeutas à escola, que vão trabalhar com as crianças com necessidades especiais de educação. Ou seja, estas crianças que necessitam desses apoios especiais para conseguirem algum desenvolvimento psicomotricional estiveram cinco (!!!) meses - três de férias e dois de aulas -, sem contar com eles. 

Este parece ser o novo normal da educação especial. Neste tempo todo, não houve tempo para uma palavra aos pais destas crianças sobre as razões do atraso na colocação dos terapeutas. Nem da parte do governo, nem do Ministério da Educação, nem da DREA, nem da direcção do agrupamernto escolar, nem da direcção da escola, nem da instituição que contratualizada para assegurar esses apoios. Nem sequer também da Autarquia, que, depois de ter informado que tinha feito tudo o que lhe competia para que o ano lectivo começasse bem e que esse e outros problemas eram da responsabilidade do governo, passou ao lado do problema. 

Será esta a política e a prática de inclusão de que, tanto se fala, principalmente nas campanhas eleitorais?!... 

(Ilustração de Susa Monteiro no Diário do Alentejo)

publicado por Zé LG às 08:40
Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O SMP foi iniciativa de um governo provisório, em ...
É fundamental um maior empenhamento das autarquias...
Para quando a inauguração da sua casa-museu?Alguém...
O principal problema de saúde e não só que deve gr...
És muito valente,mas se calhar só a coberto do ano...
Então. Ninguém aqui quer debater os graves problem...
Quanto ao relevante disse... nada.Então vamos lá:1...
Incompetência,incompetência...nada fazer nem nada ...
Para o inefável Adalberto, está tudo no melhor dos...
E quem é agora o administrador da Resialentejo? E ...
É uma tendência que se agravará ainda mais, pois o...
Será bom perguntar ao sr Arquiteto José Falcão e s...
Mais valia substituírem este deputado pelo profess...
O deputado João Dias avançou à Voz da Planície, as...
Já não seria sem tempo. Ufffffff
blogs SAPO