Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

FALANDO SOBRE URBANISMO, MOBILIDADE E AMBIENTE

Zé LG, 18.07.17

A convite da candidatura do PS ao Município de Beja, participei, na primeira conversa para OUVIRBEJA. Esclareci, então que tinha tido dúvidas em aceitar o convite por não ser do PS e por não ser especialista das áreas que iam ser debatidas, mas porque o convite me foi endereçado por pessoas que estimo e porque se tratava de falar sobre Beja acabei por aceitar.

Para orientar a minha intervenção, preparei alguns tópicos que divulgo a seguir (Ver mais...), como contributo para o debate destes temas.

Tanto quanto sei, apenas a candidatura do PS organizou estes debates, o que, a ser assim, é pena, porque revela falta de humildade democrática ou incapacidade das restantes candidaturas para ouvir as pessoas. Recordo que há quatro anos o movimento independente e plural Por Beja Com Todos promoveu inúmeras reuniões animadas por especialistas de diversas áreas que contaram com a participação de largas dezenas de pessoas, o que contribuiu decisivamente para colocar na agenda política temas como a inclusão, a cidadania, a participação activa, a gestão participada.

 

As pessoas em primeiro lugar – destinatárias da governação

 

AVALIAÇÃO DO QUE TEM SIDO FEITO

 

25 de Abril salvou Beja do urbanismo “selvagem” (edifícios Leão, Caeiro, CP, bairros dispersos)

 

1 - Câmara de Beja foi pioneira (74+85):

- Habitação Social;

– Plano de Salvaguarda;

- PDM e EDEC;

- Plano de Saneamento Básico;

 

2 - Câmara de Beja manteve, durante mais 3 ou 4 mandatos, uma intervenção planeada:

- Abastecimento de água – Roxo;

- Saneamento básico, incluindo etar;

- Bairro das Portas de Mértola;

- Complexo Desportivo B;

- Biblioteca Municipal.

 

1 e 2 – Desenvolvimento harmonioso (bairros mais integrados, crescimento contido)

 

3 – Câmara de Beja com intervenções mais polémicas (séc. XXI):

- Moinhos de Stª Iria;

- Pólis, com excepção do Parque da Cidade;

- Zona do Flávio dos Santos e Parque de Campismo;

- Ampliações das escolas;

- Rua António Sardinha <> HDB;

- Fórum Romano e derrube do Depósito de Água.

 

 

 

LINHAS ESTRATÉGICAS DE DESENVOLVIMENTO

 

→ Assumir, sem complexos, a ruralidade como uma das principais bases da identidade do concelho;

→ Melhorar a rede de estradas e caminhos;

→ Ampliar e melhorar, progressivamente, a rede de transportes públicos a todo o Concelho;

→ Promover a melhor qualidade dos níveis de salubridade, melhorando os sistemas de saneamento básico e garantindo uma reserva estratégica de água;

→ Disponibilizar terrenos em condições de cedência realmente aliciantes e competitivas;

→ Envolver os comerciantes e outros empresários do centro da cidade, potenciando as suas capacidades de centro comercial, turístico e cultural;

→ Apostar na regeneração e na revitalização do Centro Histórico, recuperando a sua centralidade (HABITAÇÂO, INCLUSÃO)

→ Decidir sobre o futuro de grandes edifícios degradados e devolutos;

→ Aproveitar as áreas de crescimento urbano disponíveis;

→ Rever e avaliar os impactos dos principais projetos nas áreas transversais do ambiente, do emprego, da coesão social, da coesão territorial, da inclusão e do turismo, de forma a potenciá-las.

 

SEMPRE NUMA PERSPECTIVA DE INCLUSÃO E CONTANDO COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS OS INTERESSADOS.

 

LG – 04/05/2017

 

3 comentários

Comentar alvitre