Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Esta é a receita dos governos do PS e do PSD, com ou sem CDS, para matar o interior.”

Zé LG, 29.08.21

240623176_10220516947619772_4399503501156806629_n.«Ao Sol posto os campos ficam mais sós.

Tirita uma ou outra esquila.

Os homens, poucos, regressam a casa após a ordenha.

As mulheres já haviam recolhido para tratar da janta.

As crianças, muito poucas, apenas uma ou duas ainda se assomavam à rua.

Já não há mercearias nem tabernas nos montes.

Ouve-se um silêncio profundo, cortado de vez em quando pelo latido de um ou outro cão.

Um ou outro gato atravessa-se no caminho, olha-nos de lado, desconfiado.

As poucas pessoas que por ali permanecem, lamentam-se de tudo o que lhes falta, os médicos que não têm, o transporte para as actividades das crianças, que o município não disponibiliza, o mau estado dos arruamentos, o mau sinal de internet e redes móveis, a deficiente rede de transportes públicos, o mau estado dos acessos...

Tem uma riqueza, o sossego, que é tão sossegado que se torna tédio.

É assim a vida nos montes de Mértola. Vai sendo assim também na minha aldeia, que começou com o fim da estação de Correios, depois o fim dos comboios com o encerramento do ramal de Moura, em seguida destruiram a Reforma Agrária (UCPA-Pioneiros da Reforma Agrária, que havia criado centenas de postos de trabalho) depois encerraram a escola, depois foi o posto médico, seguiu-se Junta de de Freguesia e há uns dias encerrou a ultima mercearia.

Esta é a receita dos governos do PS e do PSD, com ou sem CDS, para matar o interior.

O maltês» (Carlos Cascalheira), aqui.

3 comentários

Comentar alvitre