Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ENFERMEIROS DA ULSBA ESTÃO EM GREVE

110820151545-133-enfermeirosdescontentes.jpg

Integrado no Plano Nacional de Lutas promovido pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, os enfermeiros da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE, estão hoje em greve durante os turnos da manhã e da tarde.

Em causa está, designadamente, a discriminação negativa por parte do Ministério da Saúde/ Conselho de Administração que teima em manter 40 horas semanais de trabalho aos enfermeiros com contrato de trabalho para funções públicas (vulgo contrato individual de trabalho).

Para além deste são ainda motivos para a greve:

A acumulação de horas trabalhadas além das 140 ou 160 horas, que deveriam ser pagas como trabalho extraordinário;

Os feriados acumulados e dos quais exigimos o seu gozo (apenas no serviço de Medicina existem 164 por gozar);

A sobrecarga por ausência do número de enfermeiros suficientes e a pouca disponibilidade para os admitir;

A reposição do valor integral das “Horas de Qualidade” (DL 62/79)

A Direção Regional do Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses promove hoje pelas 11 horas junto à entrada principal do Hospital de Beja uma conferência de imprensa para explicar as razões e fazer o balanço da greve.

Ler e ouvir declarações do dirigente sindical Edgar Santos AQUI.

13 comentários

  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 10.09.2016 15:46

    (definitivamente trata-se de um néscio, de facto)
  • Sem imagem de perfil

    Pedro 12.09.2016 09:50

    "Há gente muito ruim. Há uns tempos dois auxiliares e um enfermeiro do serviço que dirijo foram apanhados a dormir durante um turno de uma noite calma. Um chibo qq veio meter-me no cu através de uma caixa de comentários de um blog, caso eu não soubesse. Lixou-se, eu não só sabia como sabia dito pelos próprios. Claro que foi feita a notificação da ocorrência aos canais necessários e que os putos assumiram de imediato as eventuais consequências da falha profissional. Quem nunca dormiu durante um turno noturno calmo que atire a primeira pedra. Orgulho neles, nojo do chibo."

    A lavar a roupinha no facebook
    Cada tiro cada merlo
    Dorme já.
  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 12.09.2016 10:14

    Quem anda a dormir é vexa, parece-me, a dormir e a remexer no vómito requentado já profusamente discutido por aqui.
    Gosto mesmo de fazer cócegas em patetinhas querelantes, são todos iguais, tão óbvios, enjoativamente normopatas.
  • Sem imagem de perfil

    Pedro 12.09.2016 10:41

    Não remexi em nada, apenas é um facto. Cócegas?? acaba de me dar razão. Vai já dormir e fazer mais uma greve para eu te pagar o ordenado com os meus descontos para o estado.
    Ass: Pedro Alves
  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 12.09.2016 10:45

    Afinal não é privação do sono, é mesmo burrice e desinformação.
  • Sem imagem de perfil

    Pedro 12.09.2016 10:50

    Tive a ver a minha folha de salário, desconto para si 91,69€.
    Desinformados andam vocês, que jogam areia para os olhos uns dos outros. Por ser óbvio é que vos doi a alma, mas continuem que estão muito bem e recomenda-se.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 12.09.2016 12:02

    Sr. Pedro, o que desconta é para a sua reforma. A sua contribuição para os ordenados da função pública são os impostos que paga - IVA e IRS, percebe?
  • Sem imagem de perfil

    Pedro 12.09.2016 12:09

    eu retiro os 0,69€, está melhor assim?
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 12.09.2016 12:14

    Está mesmo a ver-se que não percebe. Se consumir mais vai "descontar" mais. Se tiver aumento de rendimentos vai "descontar" mais. Mas se adoecer, o que custar o que for necessário para tratá-lo será pago por todos os que "descontam"...
  • Sem imagem de perfil

    Pedro 12.09.2016 12:18

    Ou cai do céu?
  • Sem imagem de perfil

    pedro 12.09.2016 12:20

    Se desconto logo tenho direitos como todos os cidadãos, mas do meu desconto também sai para salários ou não?
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 12.09.2016 12:31

    Sr. Pedro: mesmo que não desconte, também tem direitos, porque temos um sistema tendencialmente solidário. Se assim não for, os pobres não teriam direito a nada.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

    • Anónimo

      Esta questão tem acontecido com a conivência de vá...

    • Anónimo

      Lixo e buracos nas ruas e estradas constituem a im...

    • Anónimo

      Uma gestão camarária que nem do lixo dá conta!Quan...

    • Anónimo

      Continua a apresentar boas respostas. Durante 40 a...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds