Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

É urgente cuidar do património da cidade de Beja

21227599_dT7cD.jpeg

A cidade de Beja assiste ao degradar de todo o seu património, seja municipal, regional (ex.: Museu Regional de Beja), privado (ex.: edifícios na Praça da República e Rua do Touro), religioso (ex.: Ermida de São Pedro) ou do governo central (ex.: antigo edifício do Governo Civil). Ao passear pela cidade, é possível verificar o estado de degradação a que chegam os equipamentos fruto da ausência de um trabalho de manutenção rigoroso e permanente. No caso do Parque da Cidade de Beja (foto), a manutenção tem sido apenas cortar a relva e apanhar o lixo que muitas pessoas insistem jogar para o chão (farão isso nas suas casas?).

...

É urgente cuidar do património da cidade, e isso não tem sido feito, pelos menos, nos últimos 10 anos. Não é um problema exclusivo da câmara, mas de todos. No caso aqui retratado, a culpa é do município, que não adotou nenhum plano para recuperar a beleza do Parque da Cidade. Basta ver o estado degradante em que se encontra o WC público, deck e mobiliário exterior do único café existente no parque, tendo inclusive afugentado muitos clientes que frequentavam o local.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 08.11.2018 14:33

    É sempre bom dizermos que podemos estar completamente enganados, porque na verdade, muitas vezes estamos, ou, somos enganados.
    O ter conhecimento das matérias, desde a crise de 2008, ficou completamente desacreditado, basta lembrar as enganosas previsões seguidas pelas inúteis receitas.
    Duvido muito que um super gestor faça algo sem meios, sem pessoal, sem fiscalização ou controlo de recursos.
    Não é preciso muita discussão nem muitos doutores para chegarmos a uma evidencia.
    Falta dinheiro.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 08.11.2018 15:40

    Sim, é evidente que falta dinheiro, e não é só de agora.Na saúde e neste hospital sempre assisti à maior ou menor falta dele .Perguntem ao Dr.Apolino Salveano se tinha muito dinheiro quando liderou a gestão desta casa , por várias vezes, e como atuava. Mas como diz e bem ,assim o referi no comentário anterior ,o tal gestor , e não precisa de ser super, porque não há super nesta matéria ,tem é que ser profissional, precisa de meios ou melhor dizendo instrumentos de gestão, mas também de efetuar o controlo de todos os recursos e trabalhar com fiscalização( os recursos públicos são fiscalizados,não?). Também são esses os ingredientes, entres outros, os da indispensável eficiência de que falava.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Só mesmo para rir com esta PROPAGANDA XUXALISTA .....

    • Anónimo

      O Hospital de Beja teve e tem mais mulheres médica...

    • Anónimo

      Ainda sobre a Ministra da Coesão, ela até disse al...

    • Anónimo

      Funeral .

    • Zobaida

      Fico à espera de saber quem são os 40 homens notáv...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds