Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

E se o PS tivesse não tivesse renunciado a formar governo?

Zé LG, 13.04.24

Sem nome (51).png

O PSD e o CDS têm em conjunto apenas mais dois deputados do que o PS. Apesar dessa mais pequena maioria relativa de sempre (80 deputados), Luís Montenegro não hesitou em formar governo nem Marcelo Rebelo de Sousa em lhe dar posse. Agora pede, Luís Montenegro, às oposições para que o deixem governar, para evitar a instabilidade. Mas então não foi ele que na avaliação que fez considerou que tinha condições para governar? 

Se Pedro Nuno Santos tivesse feito a mesma avaliação e considerado que, com uma maior maioria relativa (91 deputados) em conjunto com os partidos à sua esquerda, do que a da AD, tinha condições para governar, será que Marcelo Rebelo de Sousa lhe dava posse e que a AD, para evitar a instabilidade política, assumia a responsabilidade que pede aos outros e deixava Pedro Nuno Santos governar?

3 comentários

Comentar post