Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

É impressão minha... ou isto anda tudo um bocado toldado?

73079885_2948248025189321_5603418203574239232_n.jpEspero enganar-me, mas parece-me que o António Costa está a perder o pé. A paciência já a perdeu há tanto tempo que não a consegue encontrar... Formar um governo com o maior número de ministros dos tempos da Democracia?! Quatro ministros de Estado?! Uma ministra de Estado a quem foram retiradas funções executivas? Julgo perceber a lógica, mas acho um caminho perigoso, se tivermos em conta o que se passou noutros tempos com a mesma lógica. António Costa quer ter mais tempo livre (para si e para a política pura e dura) e quer os quatro ministros de Estado com mais autonomia a tratar das matérias mais importantes e a jovem ministra de Estado a preparar-lhe as questões mais políticas. Criou novas pastas e promoveu secretários de estado a ministros, na expectativa de os responsabilizar mais. Com tudo isto, ou muito me engano ou vamos assistir a muitas confusões, a muitas guerras de (e na) capoeira, a mais ineficácia... para além de mais despesas e, provavelmente, não onde devia ser mais e melhor investido o nosso dinheiro... Como disse no início, espero enganar-me.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 17.10.2019 09:31

    Sr.ª Dr.ª não é uma questão etária que está aqui em causa! Apenas se questiona a escolha do elenco governamental, com muito poucas caras "novas", numa presumível lógica de continuidade (como aliás, AC já veio manifestar) e sabendo nós, que há questões sensíveis por resolver, que foram de algum modo, adiadas para esta legislatura, nas áreas da Educação, da Saúde (que lhe é tão cara), do Ordenamento do território e da coesão social,etc, etc...E nesse aspecto a contestação que algumas figuras mereceram no anterior quadro, pode muito bem repetir-se e subir de tom! No fim, não há nada que uma reformulação de governo não apazigue, para distrair os cidadãos!
    Para já, só isso.
    Bem haja

    Ecce homo
  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 17.10.2019 21:46

    Digamos que não é só, ou não é sobretudo, mas também é e eu decidi fazer uma pergunta sobre isso.

    Quanto ao resto, prefiro a análise do Francisco Seixas da Costa que aqui deixo https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10218100810765287&set=a.3422537875711&type=3&theater
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Exactamente!"O tempo é o único capital das pessoas...

    • Anónimo

      Boa notícia, nos tempos conturbados actuais.

    • Anónimo

      O caro(a) CGP pode sempre juntar-se ao Beja Merece...

    • Anónimo

      Vamos lá ver......Gostava muito mais que fossem an...

    • Anónimo

      Torna-se importante reflectir se cada um de nós e...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds