Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
06
Jul 17

photo.jpg

A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP, acusa o PS de “utilizar o aparelho de Estado em benefício das suas candidaturas” às autárquicas.

Esta é uma das conclusões saídas da última reunião da DRA.

Numa Nota enviada às redacções, o PCP fala num “rodopio de membros do governo que se deslocam à região, regra geral usando as vestes governativas em deslocações a autarquias de maioria PS e as vestes de dirigentes do PS em autarquias de maioria CDU onde prestam declarações despropositadas e desajustadas da realidade local”.

Os comunistas acusam também o BE de, através da sua postura, “contribuir para a fragilização da CDU”.

Segundo Partido Comunista, “a actuação do PSD e CDS tem sido marcada pela ausência de iniciativa e acção reveladora das suas dificuldades internas em consequência dos efeitos nefastos da política que praticou”.

Neste cenário, a DRA do PCP diz que a CDU “assume-se pelo seu carácter distintivo como a grande força política da esquerda no poder local”.

publicado por Zé LG às 08:48
Em parte não deixa de ser verdade e pode efectivamente suscitar questões éticas pese embora por outro lado qualquer membro de qualquer partido possa participar em jornadas de campanha e/ou apoio aos candidatos locais. O problema é quando misturam o papel de governantes com o de apoiantes ou quando não conseguem "despir a farda". Por exemplo aquando da apresentação da lista do PS em Beja, metade do discurso feito pelo SE Assuntos Parlamentares (Pedro Nuno Santos) foi para justificar a tragédia em Pedrogão grande e a outra quase metade para justificar o funcionamento da Geringonça, tentando tirar partido de duas situações de cariz marcadamente governamental e não meramente politico e muito menos de politica local. Para quem ouse contrariar o que aqui foi dito basta rever o discurso que julgo não será muito difícil de encontrar.
atento a 6 de Julho de 2017 às 10:23
Não digo que não exista alguma razão, mas se o PCP fosse governo faria de maneira diferente ?
Sejamos realistas!
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 12:03
A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP, acusa o PS de “utilizar o aparelho de Estado em benefício das suas candidaturas” às autárquicas."
Ora vejam bem... temos as acções do PS muito bem analisadas!!! E as acções da CDU??? Os jantares com membros das listas do PSD local, não foram analisados??? Porquê???

O PCP fala num “rodopio de membros do governo que se deslocam à região, regra geral usando as vestes governativas em deslocações a autarquias de maioria PS e as vestes de dirigentes do PS em autarquias de maioria CDU onde prestam declarações despropositadas e desajustadas da realidade local”. E do rodopio do ex deputado PSD, na Câmara de Beja e em almoços em vários restaurantes na cidade, com vestes de marca??'

Os comunistas acusam também o BE de, através da sua postura, “contribuir para a fragilização da CDU”.
Pois é, não se pode pensar de forma diferente, dá logo direito a acusação!!!

Segundo Partido Comunista, “a actuação do PSD e CDS tem sido marcada pela ausência de iniciativa e acção reveladora das suas dificuldades internas em consequência dos efeitos nefastos da política que praticou”. Isto é só fachada e é mentira, pois lembrem-se lá de quem estava sentado ao pé do JR, no dia do Ney...

Neste cenário, a DRA do PCP diz que a CDU “assume-se pelo seu carácter distintivo como a grande força política da esquerda no poder local”. A opinião da DRA, vale o que vale, pois é uma opinião ISENTA
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 14:26
A DRA do PCP é médica ou é só licenciada em sociologia?
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 15:47
DRA é a Direcção Regional do PCP no Alentejo.Nao diga parvoíces.
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 16:28
Parvoíces diz a dita Direção Regional do Alentejo, oh esperto!
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 16:49
O rodopio de membros do governo que têm vindo a Beja, não se têm passeado com o JR? Ciúmes sem sentido!
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 16:53
Se tivessem assumido pastas no governo, também poderiam ter agora os seus ministros ou secretários de estado a apoiar, ou aí já não fazia mal?
anomimo a 6 de Julho de 2017 às 19:45
Nem mais!
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 19:58
Tungas!
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 20:01
A última vinda do Primeiro Ministro ao Distrito foi uma pouca vergonha, que até incluiu a inauguração de um fontanário em Almodôvar. Porra...essa gente não tem um pingo de decência. A três meses das eleições o mínimo que se pedia é que se fizesse anunciar como Secretário Geral do PS.
Mula Ruça a 6 de Julho de 2017 às 23:41
O Bloco de Esquerda " contribui para a fragilização do PCP" diz a DRA, e eu a pensar que o BE se limitava a fazer o seu dever apresentar alternativas a todos os órgãos de poder. Afinal o PCP quer decidir onde o BE pode ou não apresentar candidatos.
Um conselho e que tal acabarem com a fantochada a que chamam CDU e tentam alianças com forças de esquerda que têm efectiva implantação no eleitorado?
Anónimo a 6 de Julho de 2017 às 23:52
O autarca de Cabeça Gorda do PCP , recusou-se a dar autorização , para ser enterrado na freguesia um cidadão de etnia cigana , por puro preconceito. É com este tipo de atitudes racistas que a DRA do PCP deve estar preocupada.
Anónimo a 7 de Julho de 2017 às 01:43
Beja merece mais? Se a viúva de José Joaquim Fernandes não tivesse cedido o terreno, se calhar até hoje Beja não teria um hospital público... Noutras paragens, os habitantes defendem com unhas e dentes o que querem, porque sabem que para merecer têm de lutar por isso. Aqui, vamos cantando...
Anónimo a 7 de Julho de 2017 às 07:48
O terreno e, julgo, mais cinco mil contos em dinheiro para a construção do hospital. Uma fortuna para a época ... E que bem lhe agradeceram nos anos do golpe da abrilada ...
B. a 7 de Julho de 2017 às 18:44
Desde então não houve Bejense tão generoso, a bem do desenvolvimento da sua terra... Beja merece...
Anónimo a 7 de Julho de 2017 às 19:36
As pessoas que não têm abastado património material também podem ser generosas com a sua terra, se quiserem. Algumas fazem-no, dedicadamente, com o seu trabalho. Assentando tijolo sobre tijolo, no dia-a-dia se constrói o futuro. Quando se pensa grande, quando esquecemos Évora, atingimos níveis que superam a nossa geografia.
Anónimo a 8 de Julho de 2017 às 10:14
????? o que tem Évora a ver com isto? Pooooorra tal é o complexo de inferioridade das gentes de Beja em relação à Capital do Alentejo
Anónimo a 8 de Julho de 2017 às 22:13
Percebeu o contrário...
Anónimo a 8 de Julho de 2017 às 23:50
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O bom funcionário vive feliz e saudável, quando to...
às 11H00?
safa, aqui aprende-se pouco, ou mesmo nada!
A loucura anual, para depois ano após ano ficar tu...
Cada um lê aquilo quer e vossemecê não tem nada a ...
E o anonimo(a) das 11:24 leu, senão, leia, é capaz...
Que triste pasmaceira!
Estes não se preocupam com coisa alguma e não se ...
Passaram cinco anos. Mudou governo e administração...
Saudável era a dieta daquele ministro obeso. Os ca...
Ambiente saudável...
podia ter colocado uma foto da sala de macas da ur...
Tal como o cartel dos madeireiros.
e não é para menos! Vamos continuar a rir? Porque ...
Passando agora dos investidores chineses para os e...
blogs SAPO