Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

«DEVE ESTAR TUDO DOIDO! »

Zé LG, 28.11.16

Deve estar tudo doido! Quem é que de bom senso e no seu perfeito juízo pode estar de acordo com gastar milhares de euros em desfazer uma obra que tem tão pouco tempo (sem juízos de valor sobre a sua qualidade estética e funcional) para fazer outra que nem sequer se faz ideia do que poderá vir a ser (certamente que não será uma reconstituição fiel do que era porque não fará qualquer sentido que assim seja).

Praça epública Beja inícios XX_2blog.jpg

Das duas três (passe o trocadilho): ou a CMB tem tanta dinheiro que não sabe o que lhe há-de fazer, ou não tem visão nem estratégia para a cidade ou é incapaz de definir correctamente as prioridades.

Aponto só algumas das intervenções urbanas que deviam ser prioritárias:
- remodelação e requalificação do Flávio Santos, do mercado, das muralhas, da biblioteca, das piscinas descobertas, pista de atletismo, parque de campismo, do bairro do pelame
- requalificação e melhoria das acessibilidades e equipamentos dos parques industriais 1 e 2
- conclusão dos projectos do complexo desportivo Fernando Mamede
- renovação e requalificação dos paços do concelho
E outros ...que me dispenso de aqui os enumerar porque estes chegam para se perceber o disparate desta ideia de intervir na Praça da República para além de pequenas obras de requalificação decorrentes da necessária conservação e melhorias funcionais.

Beja à mercê a 27 de Novembro de 2016 às 13:56, AQUI.

8 comentários

Comentar alvitre