Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Deixem-se de merdas!

A propósito da deslocação de uma delegação do “Beja Merece +” a Bruxelas, a convite da bejense deputada europeia Maria da Graça Carvalho, têm sido escritos os maiores disparates que imaginar se podia. Tudo serve para acusar todos os intervenientes de alguma coisa. Ou seja, atira-se a tudo o que mexe. E se alguém não quer ser acusado de alguma coisa, o melhor é enfiar-se nas pantufas e não sair de casa…

beja+.jpgVamos aos factos e às opiniões:

1. Uma bejense, deputada do PSD no Parlamento Europeu, promoveu a deslocação de uma delegação do “Beja Merece +”, para contactos com instituições da União Europeia.

2 – A deputada do PSD pode ter tirado proveito político da iniciativa. Talvez. Porque é que deputados dos outros partidos não tiveram a iniciativa?

3. O “Beja Merece +” constituiu a delegação com os seus membros mais activos e outras pessoas que, pela funções que desempenham ou pela visibilidade que têm, melhor podiam contribuir para dar visibilidade ao Movimento e às posições que defende.

4. A deslocação, para além de aspectos lúdicos, que costumam ser os mais criticados, muitas vezes por inveja, certamente que contribuiu para o enriquecimento dos que integraram a delegação, quer pelo conhecimento entre eles, quer pelo melhor conhecimento do funcionamento das instituições da UE.

5. Da deslocação não resultaram – nem era expectável que resultassem -, resultados práticos imediatos, porque a responsabilidade pela resolução dos problemas é do nosso governo.

6. Desta iniciativa resultou maior visibilidade - vejam-se aos inúmeras reportagens de ocs nacionais e regionais e publicações nas redes sociais -, para a necessidade e a premência da região ser dotada de acessibilidades básicas, que contibuam para combater o seu isolamento e facilitem o seu desenvolvimento, integrado no todo nacional.

E se, em vez de procuramos falhas em tudo o que mexe e criticarmos todos os que fazem mexer, fôssemos capazes de, com humildade, reconhecer que ainda há quem saia da sua zona de conformo para lutar pela sua / nossa região, pela criação de condições necessárias à fixação de pessoas, que combatam o despovoamento e a desertificação em curso?

Todos os que fazem merecem críticas – eles e as suas acções. Mas mais críticas merecem os que nada fazem e que se limitam a dizer mal dos que fazem.

12 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Segundo os mesmos dados:Em Novembro, houve um desa...

  • Anónimo

    Por isso mesmo, é que você desconfia!As fake news ...

  • Anónimo

    Só agora ? Luis Dargent há muito que se devia ter ...

  • Anónimo

    Aproveitamento de cargos que exercem no movimento ...

  • Anónimo

    Olá tenho 2filhos e não tenho casa estou a receber...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.