Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Cruz Vermelha de Beja recusou transporte de doente psiquiátrico

Zé LG, 23.11.19

cruz-vermelha-beja-768x432.jpgOs dois funcionários da Cruz Vermelha de Beja, responsáveis pelo transporte de um doente psiquiátrico do serviço de urgência do Hospital de Beja para outra unidade hospitalar em Lisboa, disseram “que já tinham telefonado ao seu superior hierárquico e que este tinha concordado que não se fizesse o transporte por razões de segurança”. Depois disso, abandonaram o hospital.

Ana Matos Pires, diretora do serviço de psiquiatria da ULSB, esclarece que “ele tinha feito a medicação necessária para garantir que o transporte fosse efetuado sem qualquer problema” e que “o transporte de doentes, de acordo com o protocolo assinado com a Cruz Vermelha, está dependente apenas de decisões clínicas”, que estavam asseguradas e que o doente acabou por ser transportado pelos Bombeiros de Vidigueira. “Qualquer argumento relacionado com a segurança cai assim por terra”. A justificação para o que aconteceu “É o estigma, a discriminação.”

1 comentário

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.