Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Chineses vão produzir EPI em vez de pilhas em fábrica a instalar em Beja

Zé LG, 01.04.20

Depois de, em 2008, a Câmara Municipal de Beja e a empresa Hipo - High Power Green Batteries, Lda terem assinado um protocolo, visando a cedência de terreno para a instalação de uma fábrica de produção de baterias/pilhas e outros produtos industriais, com a criação de 580 postos de trabalho, em três fases distintas num período total de 8 anos, que levou uma Delegação da Câmara de Beja à China nesse mesmo ano, e de, mais tarde, em 2011, ter sido considerada a possibilidade de passarem a ser fabricados caças sul-coreanos em vez de pilhas chinesas, os chineses voltaram à carga e propõem-se instalar agora a referida fábrica, mas virada para a produção de EPI – equipamentos de protecção individual -, de forma a abastecer o mercado europeu e não só daqueles equipamentos destinados a fazer face à Covid – 19.

A confirmar o interesse efectivo dos chineses neste projecto é a reunião marcada para amanhã na Câmara Municipal, com a presença de uma delegação chinesa e representantes de vários ministérios, com o objectivo de fechar o acordo que viabilize o investimento, de forma a que a fábrica possa começar a laborar ainda este ano.

ESCLARECIMENTO aos mais distraídos: Esta foi a minha mentira do 1 de Abril.

3 comentários

Comentar alvitre