Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CDU NÃO DEVE DAR AS ELEIÇÕES COMO GANHAS ANTECIPADAMENTE EM BEJA

140820171653-740-CDUeleiesautrquicas.jpg

Ao contrário de há quatro anos, a CDU não conta com alguns dos factores que terão contribuído para a sua vitória eleitoral em Beja, entre os quais se podem referir: 1 - tentava recuperar um Município que tinha perdido pela primeira vez nas eleições anteriores, o que uniu e mobilizou (quase) todo o seu eleitorado; 2 – contou com intervenção activa de figuras importantes como a do antigo presidente da Câmara, Carreira Marques, que foi o mandatário da candidatura e atenuou algumas limitações evidentes do candidato, e de Rodeia Machado, que chegou a ser apontado como putativo candidato e homem forte na Assembleia Municipal, que entretanto “desapareceram”…; 3 – contou com figuras como a do, entretanto falecido, presidente da ACOS, Castro e Brito, e do antigo Governador Civil de Beja e presidente do NERBE, Luís Serrano, que mobilizaram muitos eleitores da direita a votarem em João Rocha; 4 -  João Rocha foi apresentado como um autarca experiente e combom trabalho feito em Serpa, tendo sido praticamente ignoradas algumas suas características que agora são fortemente criticadas; 5  – agora, existe uma experiência e um conhecimento por parte dos trabalhadores da Autarquia e do eleitorado, que lhes permite fazer uma avaliação mais crítica do que há quatro anos; 6 – as listas da CDU, com algumas excepções, parecem ter recorrido mais a pessoas do PCP e da própria Autarquia.

Algumas outras razões podiam ser apresentadas, mas parece-me que as referidas são suficientes para mostrar que a CDU não deve embandeirar em arco e dar as eleições como vencidas antecipadamente, subestimando os adversários, designadamente o PS, que, sem grandes alaridos tem vindo a fazer a sua campanha. Para além de um ou outo tiro nos pés, a candidatura do PS mostrou coragem ao ser a única que promoveu debates temáticos e ao anunciar como palavras-chave ”Recuperar, Valorizar e Promover” e abertura e mobilização das suas listas de candidatos. É óbvio que não lhe chega dizer que vai fazer diferente e melhor. Terá de dizer também o que se propõe fazer em concreto, o que já tarda…

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já cá faltava a patetice da habitual comparação co...

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

  • Quim

    Foi a conclusão que EU tirei. Mas não fui o unico....

  • Anónimo

    voto em branco

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.