Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CDU DIZ QUE PS PRECISA DE “AUDÁCIA” SE QUER FAZER DE BEJA “O CENTRO DO SUL”

Zé LG Zé LG, 17.01.18

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, considera que se trata de um Orçamento de “rigor e transparência”.

Para 2018 são prioridades o aumento do valor das transferências para as freguesias do concelho e para os Bombeiros Voluntários de Beja. A Câmara vai apostar na recuperação urbanística. A autarquia promete uma intervenção “diferenciadora” no Mercado Municipal, nas Piscinas Descobertas e na Casa da Cultura. O desporto, o Parque Habitacional e os arruamentos nas freguesias são outras prioridades.

Os eleitos da CDU abstiveram-se, viabilizando os documentos e fazendo uma declaração onde foi referido que os documentos não introduzem novidades em relação aos anteriores, mas referindo que há diferenças negativas, que o eleito João Dias enumerou. Neste contexto salientou que este orçamento termina com a expansão industrial que estava em marcha, o novo pavilhão municipal de desportos já com projeto concluído, a revitalização do centro histórico e as obras de beneficiação dos bairros periféricos. Para os eleitos da CDU estas foram as opções políticas assumidas. João Dias lembrou ainda, que este Executivo quer fazer de Beja “o centro do Sul”, dizendo que para isso não basta proclamar, mas sim mostrar audácia, em defesa do concelho, junto do Governo e no investimento local, características que não são reveladas nos documentos propostos. 

160120182204-191-IMG_0488.jpg

Conceição Casa Nova foi eleita presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Beja, sendo a primeira mulher a presidir aquele órgão e substituino no cargo Fernando Romba, nomeado secretário-executivo da CIMBAL - Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo. Apenas os eleitos do PS apresentaram uma lista, que mereceu 14 votos em branco e 18 a favor. Conceição Casanova tem como 1ª secretária Carla Barriga e 2º secretário José Álvaro Pereira.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 17.01.2018

    Concordo.
    Dentro de 4 anos, se o executivo do PS não conseguir resolver o problema das acessibilidades (eletrificação da linha de comboio/IP8), industrialização e rentabilização do aeroporto, reabilitação da zona histórica e outros equipamentos, no mínimo. Vai ter uma candidatura independente com quem terá que medir forças.
    E aí, já os bejenses não acreditarão em partidos, sejam eles quais forem.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 17.01.2018

    Quem será o caudilho?
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 18.01.2018

    Vao buscar o Zandinga para adivinhar o que se vai passar dai a 4 anos.Como e possivel tanta gente com dotes de adivinho e nao acertam no Euromilhoes ?
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.