Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CAVACO SILVA PREPARA TERRENO PARA MANTER GOVERNO EM GESTÃO

Questionado se não considera urgente que decida sobre a crise política, o chefe de Estado recomendou hoje, na Madeira, que se verifique o que aconteceu em casos anteriores: "Vá ver nos dois casos de crises anteriores que aconteceram - um foi em 1987 e um em 2009 [sic] - quantos dias esteve o Governo em gestão, o que é que fez o Presidente da República de então e quais foram as medidas importantes que esse Governo de gestão teve que tomar".

 

Cavaco Silva só se "esqueceu" de que tais situações resultaram da dissolução da AR e da realização de eleições, que são bem diferentes da actual, em que, na sequência do chumbo do programa de governo da PàF, estão criadas condições para que um governo do PS, com apoio de maioria parlamentar, possa tomar posse a qualquer momento, ter o seu programa rapidamente aprovado pela AR e entrar em plenas funções. 

Cavaco Silva quer vingar-se do que lhe fizeram e ao PSD, acha que chegou a hora e não quer saber desses "pormenores"... Esperemos que não vá por aí, porque seria demasiada mesquinhez.

6 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.