Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Carlos Moedas atribui valor do Prémio Universidade de Coimbra a alunos de Beja que desejem frequentar aquela Universidade

Zé LG, 01.03.20

CM 23975036.jpgO ex-comissário europeu Carlos Moedas, que recebeu hoje o Prémio Universidade de Coimbra, defendeu que o futuro da instituição passa pela sua capacidade de olhar para uma história com mais de sete séculos.

Filho de José Moedas, um militante histórico do PCP de Beja, o engenheiro civil e economista social-democrata nasceu nesta cidade, em 1970, por cujos estudantes vai distribuir os 25 mil euros do prémio, desde que desejem frequentar cursos da Universidade de Coimbra, fundada pelo rei D. Dinis, em 1290, afirmando que "Quero ajudar os alunos da minha terra, que tenham talento, a virem estudar para Coimbra".

Diz-se que os actos ficam com quem os pratica. Este gesto de Carlos Moedas merece o reconhecimento de Beja. Felicito-o por ele.

4 comentários

Comentar alvitre