Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

8 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    A pobreza do DA é explicado pelo facto de ter um DIrector , de nome Godinho Maneta , que é um perfeito Pau Mandado dos Autarcas Socialistas do Baixo- Alentejo.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    Os velhos marretas voltaram de férias e pegaram novamente no trabalho de em todas as capas do DA virem para aqui dizer mal.
    A coisa está tão bem montada que vem um primeiro dizer mata e a seguir lá vem o esfola.
    Ao menos que a contra informação fosse verdadeira, agora dizer que o Baixo Alentejo está numa crise tremenda é por demais exagerado.Temos muitos problemas, como em qualquer outra região, mas nuca estivemos melhor a qualquer nível de desenvolvimento,seja agrícola, turístico, educacional , social, etc
    Cá estaremos para a semana.


  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    Uma critica, mesmo que seja injusta, o que não será o caso, deve sempre ser tida em consideração.
    Sobretudo se é de serviço público que se trata, como é o caso.

    E é claro, que há mais regiões do país com problemas, e algumas até similares aos nossos.
    Agora, será por as haver que não poderemos falar dos nossos?
    E sobretudo que o orgão de comunicação priviligeado da região, pago com o dinheiro dos contribuintes, as ignore semana a semana. Assim como apareça em primeiras páginas com assuntos colaterais e de somenos importancia, que certamente ficariam bem em notas de rodapé.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 07.09.2019

    As suas afirmações continuam a não corresponder à verdade, pois quem lê o jornal sabe que são lá focados, e com grande destaque, os problemas da região.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 08.09.2019

    Volto a repetir que não têm que ser levadas a mal as eventuais criticas ao D.A., sobretudo se construtivas como é o caso. Até porque feitas num blog, pouco ou nenhum impacto têm.
    Trata-se apenas de um exercicio da cidadania e da liberdade de expressão, tão badalada como paladina do regime pós 25 de abril de 1974. Mas, por vezes, tão dificil de aceitar por sectores ligados ao poder ou poderes instituidos democráticamente eleitos e legamente mandatados, como é o caso deste semanário.
    Dou-lhe um exemplo; com tudo e tanto que se tem dito e redito sobre a necessidade de zonas tampão e de proteção das populações em relação à praga desorganizada da agricultura intensa e superintensiva que nos cerca e assola irremediávelmente. De que o caso mais gritante, foi a plantação de um olival com essas caracteristicas mesmo em frente da CERCIBEJA.
    Pelo que quando começaram com as normais desinfeções, como é que será a vida de alunos já fragilizados e dos profissionais desse estabelecimento de ensino?
    Seria possivel que o D.A. fizesse alguma vez uma reportagem sobre este assunto?
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 08.09.2019

    É o que dá em criticar sem conhecimento de causa, se ao menos lê-se o jornal já tinha deparado com diferentes abordagens a essa temática, desde artigos de opinião, entrevistas e editoriais.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 08.09.2019

    Se ao menos lesse escrevia com menos erros...
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.