Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CANDIDATÁMO-NOS POR DEVER CÍVICO

Zé LG, 10.08.17

15561203_HAnWg.jpeg

Há quatro anos, quando nos candidatámos aos órgãos autárquicos do concelho de Beja, afirmámos:

É por isso e apenas por isso - por dever cívico -, que nos candidatamos, oferecendo uma alternativa aos tradicionais espaços de participação - os partidos - a todos os que querem exercer a sua cidadania activa, participando na construção de um concelho mais activo, participativo e amigo das pessoas, das empresas e do ambiente.

“Os bejenses democraticamente recusaram a alternativa que apresentámos. Preferiram mais do mesmo. Este ano, mesmo que quisessem, não têm alternativa. Vão ter mais do mesmo. Com algumas nuances, conforme a opção que fizerem, mas sempre mais do mesmo – uma gestão autárquica subordinada à lógica partidária.

Tal como há quatro anos, parece-me que o bipartidarismo como se tem manifestado – “o que eu defendo é bom o que tu queres não presta” -, prejudica o Concelho e mais ainda se quem ganhar as eleições obtiver maioria absoluta, o que dificilmente não acontecerá.

1 comentário

Comentar alvitre