Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
12
Nov 17

071120171223-65-passadiopulodolobo.jpg

A autarquia de Serpa pretende, com os Passadiços do Pulo do Lobo, criar uma estrutura de apoio à valorização e visitação do sítio do Pulo do Lobo, tornando acessível e confortável o acesso pedonal e permitindo o desfrute da margem do rio Guadiana nas imediações da cascata.
O projecto “Passadiços do Pulo do Lobo”, candidatado ao Alentejo 2020, foi aprovada pelo valor total de 463.221,29 euros, sendo comparticipada pelo fundo da União Europeia FEDER, no montante de 320.259,44 euros.

publicado por Zé LG às 10:09
Muito bem!...O Pulo do Lobo é um ecossistema de rara beleza, mas pouco acessível para quem quer desfrutar de perto da experiência de uma visita demorada!...nem mesmo em Mértola o acesso é o melhor!...o Alentejo precisa de dar a conhecer o seu imenso Património natural e estes investimentos em infraestruturas são muito bem vindos!
Bem hajam
Anónimo a 12 de Novembro de 2017 às 23:36
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Papel higiénico nas casas de banho para profission...
Assim se demonstra como um contraditório bem funda...
Subsídio de aspeto agradável, para quem precise.
Batas mais decotadas e de bainha curta...
Fluoxetina ao pequeno-almoço, antidepressivos em s...
No balcão do refeitório vai haver pratinhos com “p...
Em três palavras: pressão, desgaste e desmotivação...
O meu colega Pedro Moura, responsável pelo projto,...
A situação nacional nas instituições de Saúde está...
Então divulgue o diagnóstico da situação atual. Su...
Falar do que se não sabe e antes de nos informarmo...
Quem conheceu o que era o Hospital e em que se tra...
basta falar com os colaboradores e pedir opinião a...
Ao contrário das outras reivindicações, que são be...
Afinal, estamos dentro da média!
blogs SAPO