Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
29
Jun 16

... e deslocalizá-lo para a Mata Municipal, junto da ESTIG. 

pc.jpg

É esta a proposta que vai ser discutida na reunião da Assembleia Municipal, que se realiza logo às 18h00, na Biblioteca Municipal. 

Mais uma vez, o Executivo Camarário prepara-se para impor uma decisão, sem debate público, que pudesse esclarecer a bondade da decisão e todas as dúvidas que a mesma levanta.  

publicado por Zé LG às 08:49
Realmente, é preciso ter lata. Os parques de campismo, por norma são em locais sossegados. Ora só por aí parece que a coisa não tem pernas. A mata pertence aos cidadãos que a usam diariamente com os mais diversos fins. Depois de nos roubar o depósito, agora vai a mata. Continua Rocha ...
Eu a 29 de Junho de 2016 às 09:15
É o que se chama à falta de assunto, tudo o que mexa serve para o efeito.
O parque de campismo está numa situação tal de degradação e de abandono desde há décadas, que até impressiona.
E agora que alguém pretende fazer alguma coisa, aqui del-rei, prepotente, ditador, fascista, comunista, etc..
Eu não tenho palavras....
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 10:18
É o que se diz: preso por ter cão, preso por não ter. Reclamam por outros assuntos além da administração da ULSBA, e quando eles aparecem não servem... Não sabem o que querem?
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 10:57
Sabem. Todos sabemos aliás o que queremos.
Sobretudo porque primeiro estão os interesses pessoais de uns quantos, e só depois e muito atrás o interesse público.
E isto aplica-se tanto ao CA da ULSBA como a um qualquer outro tema.
Agora, não se queira fazer dos outros parvos e ignorantes.
Já lá vai o tempo...
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 14:09
O tema da ULSBA interessa a cerca de 130.000 pessoas.
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 16:17
OK. Mas não foi isso que aqui foi dito.
Quanto ao assunto do post, eu compreendo perfeitamente LG quando levanta estes temas.
Até porque ele foi candidato à Câmara Municipal. E embora não fosse eleito, está aqui e muito bem a fazer o papel de oposição ao atual presidente.
Agradece-lhe a cidade e os seus habitantes. Já que a oposição do principal partido da dita cuja, não só não se sente como nem sequer se vislumbra.
Agora e se ele me permite, diria que escolhe um pouco mal os temas para o efeito. E é pena.
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 17:29
E que utilização seria dada ao espaço que deixaria de ser parque de campismo?
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 10:07
... e não seria melhor arranjar o que temos, dar-lhe mais encanto e até aumentá-lo um pouco para dentro do estádio, do que fazer um novo , num sítio de m****... a não ser que haja alguma negociáta para o Flávio e anexos...
Eu a 29 de Junho de 2016 às 11:02
Privatizar talvez não fosse de todo disparatado, mas depende nos moldes em que essa privatização seja feita.
Mas deslocar, parece-me um perfeito disparate. O nosso parque de campismo tem o movimento que tem, não pelas condições mas pela sua localização. Desloca-lo não só me parece um absurdo como ainda vai "roubar" mais espaço à mata! Façam mas é obras de fundo no já existente e deixem-se de invenções!
Mas já estou a ver o filme, se já meteram na cabeça isso irá mesmo acontecer, tal como com o depósito! Estamos bem entregues, estamos!
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 11:31
... e com 350 dias por ano(hipérbole) de vento norte. Só param cá uma vez, pois arrimados à variante, abalam com a "pulmaneira" toda entupida, do monóxido de carbono...
Eu a 29 de Junho de 2016 às 12:04
É so gente entendida na matéria, e interessada nos assuntos... faz lembrar o velho ditado: "se queres ser bom, morre ou ausenta-te!" Nunca ninguém passou cartão ao parque de campismo, nem cidadãos, nem eleitos, nem oposição, nem turismo, nem nada, nem ninguém... agora alguém toma uma decisão, e la vêm estes intelectuais com conversa da treta, e a pedirem discussões e debates públicos por algo que ninguém se interessou! O ressabianço é já excessivo. Aborrece. Chateia. Como disseram os franceses: Dégueulasse!
Anónimo a 29 de Junho de 2016 às 17:46
É um ponto de vista, respeitável como outros, mas convenhamos que redutor, para não dizer mais...
Zé LG a 30 de Junho de 2016 às 00:40
Mais uma vez: HORRÍVEL!Que raio de Presidente é este!? Que raio de oposição é esta!?
Anónimo a 30 de Junho de 2016 às 00:46
É um Presidente que tem uma maioria absoluta na Câmara e na Assembleia Municipal por vontade livre e democrática da população do Concelho de Beja. E como tal tem legitimidade democrática para o exercício de funções.
Na Assembleia Municipal sobre o assunto futuro Novo Parque de Campismo na Mata, CDU e PSD/PP votaram a Favor, "Movimento por Beja com Todos" absteve-se (como sempre, louve-se a coerência), PS votou contra.
Ganhou quem democraticamente tem mais deputados municipais eleitos. O Parque de Campismo dentro de 2 anos estará na Mata.

Anónimo a 30 de Junho de 2016 às 00:53
... na Mata ou mais Morto ainda. Os cidadãos de Beja, não se interessaram pelo parque de campismo. Os cidadãos de Beja têm cá casa e água canalizada, como tal não iam fazer nada ao parque de campismo. Se tivesse uma zona de apoio, como um bar ou um restaurante , talvez houvesse uma maior ligação dos bejenses ao parque de campismo. Para tomar banho e dormir fazemo-lo em casa...
Eu a 30 de Junho de 2016 às 08:26
Sim, claro... Um restaurante dentro dum parque de campismo, era algo espectacular! Deveriam haver filas desde a rotunda da força aérea até ao parque de campismo.... A viabilidade dum negócio desses deveria ser algo de de extraordinário! Acha mesmo que iria funcionar? Imagine outra coisa: se funcionasse, imagine que igual como funciona o campo de ténis, felizmente que bem e com muita gente, imagine os utilizadores do parque a quererem dormir, e as pessoas a fazerem barulho! Além disso, quem se iria meter dentro dum parque de campismo para ir jantar? Temos em Beja, um dos melhores restaurantes do distrito, com preços aceitáveis, com uma vista linda, com um enorme estacionamento, como é o Espelho de Água do parque da cidade, e não acredito que sirva mais de 50 refeições por dia, agora imagine a maravilha que não ia ser um restaurante dentro dum parque de campismo? Além disso, concordo em absoluto com a deslocação do parque de campismo para onde é sugerido, e porquê?

- Actualmente está inserido dentro de uma Zona residencial;
- Está dentro da cidade;
- Vai passar para uma zona de Laser e desporto;
- com maior facilidade de acesso para quem vem de fora;
- Vai ficar numa zona muito mais tranquila para os campistas;
- Vai libertar um terreno numa zona valiosa da cidade;

Agora quem defende a continuidade do parque no sítio onde está, faça favor de dizer quais as suas razões.
Anónimo a 30 de Junho de 2016 às 10:00
Faça uma experiência, deite-se na mata uma noite e depois diga se dorme, com o cheiro a combustível queimado e o barulho dos automóveis toda a noite. Moro lá perto sei do que falo. Quanto ao espaço que falei para atrair pessoas para um parque de campismo, obviamente que não seria para funcionar toda a noite. Não me diga que era o primeiro com um restaurante, obviamente que não seria no centro do parque de campismo ... já os vi noutros parques de campismo no nosso país, em Espanha, França, Suíça, Grécia... em Beja não funcionaria porquê... A facilidade com que se metiam dentro de um parque de campismo para jantar, seria a mesma que ir ao Pulo do Lobo, a Ilha do Peixe, dar 10 voltas à Praça da República, Largo do cinema, Bacalhau e Av. Miguel Fernandes para estacionar e ir à Pipa, ao Desassossego ou à Vovó Joaquina, e sair de Beja para ir a Porto Peles ou a Serpa, ou á Vidigueira, ou a Cuba, assim a relação QUALIDADE/PREÇO satisfizesse o desejo dos comensais ...
Eu a 30 de Junho de 2016 às 10:49
...e o que acontece no Parque da Cidade, que atraia gente ao Espelho de Água e o que faz o Espelho de Água para atrair mais gente? Presentemente o Parque da Cidade é um pego de água estagnada, com um bar encerrado, quase todo abandonado e quanto a mim o melhor espaço da cidade, em que não acontece nada. A não ser o Diogo das farturas e os insufláveis, que é o mais aconselhável para largar a pele sem ir à praia ... ou a equipa da Câmara que anualmente se desloca ali para desbravar aquilo que vai ficando intransitável...
Eu a 30 de Junho de 2016 às 11:00
V.Exªs vão me desculpar mas permito-me vir à liça, abordando a tematica do parque de campismo!
Na minha perspectiva estamos perante duas ideias cagadas, como se costuma dizer!
Colocar o parque na variante...é para rir.. como alguem aqui já escreveu é uma ideia bestial, de besta entenda-se! Já a via pedonal foi uma ideia do mesmo calibre... desporto... aspirando CO2.. uma delicia! Dormir, descansar ao fim da tarde com todo o trafego que a via tem... não vale a pena comentar!
É verdade podem sempre colocar umas barreira insonorizadoras, com uns desenhos ... e os camones nem dão por isso, pensam que é tipical..
A do restaurante é idem..idem.."", nem vale a pena gastar tempo!
Anónimo a 30 de Junho de 2016 às 23:41
É esta a gestão participada que se diz defender?
Não está em causa a legitimidade democrática da decisão, mas sim a gestão participada, a cidadania, que não se esgota nos partidos. Não se pode dizer que se defende esta e, quando se deve aplicá-la ficar-se pela democracia representativa.
Zé LG a 30 de Junho de 2016 às 11:57
fotos da praça da vidigueira ainda com arvores consegues no face da camara, aproveita enquanto eles não as arrancam tambem de lá!
Anónimo a 30 de Junho de 2016 às 23:46
Lamento, mas não encontrei.
LG deixe-me um link que eu envio fotos que procura
Anónimo a 1 de Julho de 2016 às 19:38
Acho bem.
Anónimo a 30 de Junho de 2016 às 11:37
Veja se o video, é o ultimo post, mesmo no fundo da pg, lhe serve
Anónimo a 1 de Julho de 2016 às 07:10
...a ultima vez que entrei no parque de campismo foi há cerca de 30 anos, num encontro de estudantes . Havia lá uma barraca da sagres...
Eu a 1 de Julho de 2016 às 10:39
Se bem me recordo isto já vem do tempo do Pulido Valente...
Anónimo a 1 de Julho de 2016 às 16:43
E eu entrei lá há mais em adolescente,por curiosidade. Aquela é uma estrutura para visitantes e não Lara isso da terra.
Anónimo a 1 de Julho de 2016 às 16:49
Digo"e não para os da terra".Por isso tem que ser pensada desse modo, no papel de potencial utilizador, onde as técnicas de marketing na área do turismo terão tudo a definir.
Anónimo a 1 de Julho de 2016 às 16:54
Porque é que em vez de irem gastar um dinheirão para mudar o PC para outro local não executam o projecto de requalificação do Flavio Santos( estudo prévio elaborado pelos técnicos da câmara e discutido publicamente no anterior mandato), PC incluído, que se encontra numa degradação aflitiva? A não ser que o JR já tenha algum negócio em vista com alguma empresa imobiliária do Norte...
Aquela zona da cidade precisa de uma área verde de recreio e lazer, dada a densidade populacional e os casais jovens com filhos que aí residem. Será que ninguém vê isto?
No mínimo o assunto devia ser debatido publicamente, como era boa pratica no executivo anterior.
O PC afastado do centro da cidade, o palácio da justiça idem, afinal qual é a estratégia de revitalização do CH? É levar os serviços para a periferia da cidade?
São estas questões que deviam ser refletidas e discutidas publicamente. Se a CMB não promove, haja quem o faça! Que é feito do Beja merece? O JR comprou a sua extinção?

Alentejo dos pequenitos a 2 de Julho de 2016 às 17:28
Porque os herdeiros e descendentes do benemérito que ofereceu ao município os terrenos para ser construído o estádio de futebol Flávio Santos, acionaram as cláusulas de salvaguarda e não permitem que os referidos terrenos sejam usados para outros fins que não aquele para que foram cedidos.
Logo todo o projecto de requalificação do anterior executivo de Pulido Valente ficou sem viabilidade alguma.
Toda uma pipa de massa dos munícipes gasta inutilmente.
Anónimo a 2 de Julho de 2016 às 19:45
O anónimo das 19h45 só pode estar a inventar, por ignorância ou má fé, porque o projecto nao podia por em causa nenhuma das condições( se que elas existem e que alguém apareceu a acciona-las) porque os fins e objectivos eram exactamente os mesmos, a pratica desportiva e o futebol em particular. Aliás nunca se ouviu falar disso mesmo no tempo em que o Carreira Marques quis lá instalar uma bomba de gasolina, pelo que só pode ser um rochinha ou rochete a querer justificar o injustificável.
Alentejo dos pequenitos a 3 de Julho de 2016 às 00:04
Deixe-se de epípedos foleiros e habitual desconversa dos rochinhas e rochetes.
Se quiser discutir estes assuntos que a todos dizem respeito, muito bem. Mas responda de forma séria e rebata as questões com nível e respeito pelos outros.
Se quiser vir para aqui fazer politica de baixo nível, vá para o raio que o parta.
Com que então o aqui referido projecto de requalificação do Flávio Santos apenas pretendia substituir o atual campo de futebol por outro. Nada mais aí constava?
Anónimo a 3 de Julho de 2016 às 09:04
Ó anónimo mal criado mas com manias de intelectual! Epipedos? Tem a certeza que era isso que queria dizer? Peça ao seu camarada JR o estudo prévio que o anterior executivo apresentou a discussão pública e fica a saber tudo o que estava previsto, vai ver que não põe em causa coisa nenhuma do que para aí inventou.
E que o raio que me enviou ajude o seu camarada a acabar de destruir o que poderia ser um fantástico e inovador miradouro do Museu Vivo.
Passe bem!
Alentejo dos pequenitos a 4 de Julho de 2016 às 22:19
MAS QUE M... É ESTA? HOJE NÃO HA c.a. DA ULSBA?
Anónimo a 4 de Julho de 2016 às 22:48
Está prestes a explodir.
Anónimo a 4 de Julho de 2016 às 23:25
Bomba-relógio. Tic tac tic tac
Anónimo a 5 de Julho de 2016 às 07:40
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
às 11H00?
safa, aqui aprende-se pouco, ou mesmo nada!
A loucura anual, para depois ano após ano ficar tu...
Cada um lê aquilo quer e vossemecê não tem nada a ...
E o anonimo(a) das 11:24 leu, senão, leia, é capaz...
Que triste pasmaceira!
Estes não se preocupam com coisa alguma e não se ...
Passaram cinco anos. Mudou governo e administração...
Saudável era a dieta daquele ministro obeso. Os ca...
Ambiente saudável...
podia ter colocado uma foto da sala de macas da ur...
Tal como o cartel dos madeireiros.
e não é para menos! Vamos continuar a rir? Porque ...
Passando agora dos investidores chineses para os e...
Deixa-me rir para tamanho empenho e dedicação ás p...
blogs SAPO