Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

«BORA LÁ RECONSTRUIR PISÕES 2000 ANOS DEPOIS!»

14224948_757379637735612_3537444290555421369_n.jpg

«É impressionante esta "Beja", capital de distrito. Com um tesouro destes à porta; numa cidade que necessita de dinâmicas que quebrem a imobilidade tão bem espelhada nos internacionalmente conhecidos "domingos de beja"; numa cidade com um Instituto Politécnico; com um Turismo Alentejo que deveria ter uma atitude mais proactiva na criação de lógicas de território que trouxessem mais visitantes e mais turismo; numa região que necessita criar polos provocadores de excelência que reflictam outras mais valias e que as ajudem a "vender", estou a falar da pecuária e da agricultura por exemplo, deixa capitular de forma criminosa uma pérola da arqueologia portuguesa. Um sítio cuja valorização seria fonte de atracção para o comércio e para a hotelaria da região. É Beja no seu melhor. Caro Paixão... mexam-se, revoltem-se, criem uma associação de defesa do património que vá para o terreno e comece a trabalhar. Aproveitando a actual Direcção Regional de Cultura, tendo aí na cidade arqueólogos com alguma responsabilidade "política", com gente e instituições que têm muita responsabilidade cívica para forçar mudanças de atitude, com uma instituição "Câmara Municipal" que tem obrigação em provocar mudanças (não pela cor política, mas pelo objecto social que a enforma - para mais nos 40 anos do Poder Local Democrático). Se quiseres uma mãozinha posso ir aí de vez em quando (a título pessoal, claro). Caro Paixão... mais do que um HELP, faz outro post a gritar Pessoal, BORA reconstruir Pisões 2000 anos depois. Como é para começar, posso dar uma ajuda, apesar de estar a mais de 40 quilómetros de distância. Depois do processo despoletar, volto descansado para casa, porque seguramente haverá muito intelectual em Beja para assumir a liderança. Paixão, BORA LÁ!»

Miguel Rego, AQUI

2 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exactamente!

  • Anónimo

    Um bom exemplo! Que aliás deveria ser replicado co...

  • Anónimo

    Zobaida disse aqui e muito bem, que depois de algu...

  • Anónimo

    Os meus parabéns a Rui Raposo e colaboradores. Jov...

  • João Espinho

    As duas formas estão correctas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.