Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“BEJENSES QUEREM A SUA CIDADE, ARRANJADA, ATRATIVA E BONITA, 365 DIAS POR ANO”

Centro Histórico de Beja: Decrépito, prédios a ruir e cheio de carros

CH Beja.jpeg

Será necessário criar um “gabinete” do centro histórico para saber, definir e criar um programa de requalificação de todo o centro histórico?
Um dos problemas de falta de reaproximação dos bejenses à cidadeé o desleixo e abandono a que tem sido submetido o centro histórico, baixando a autoestima e o carinho de quem cá vive tem pela cidade. Alguns projetos têm sido desenvolvidos, mas são casos pontuais, que não chegam para mudar a "cara" da zona antiga da cidade. Para tal, é fundamental um plano vigoroso e vasto de reabilitação e recuperação do centro histórico, e aproveitar o facto do turismo e o Alentejo estarem na “moda”, tornando-se ano após ano um dos grandes postais turísticos nacionais.

Apresento algumas medidas simples e acessíveis do que é necessário realizar:

- Reabilitar os edifícios, públicos e privados, dando-lhe nova vida (por exemplo, habitação para arrendar aos jovens). Caso não seja possível, no mínimo, reabilitar as fachadas, para que do ponto de vista estético não seja uma agressão visual de decadência.
- Esconder debaixo do chão todos os cabos de telecomunicações e eletricidade que passam pelos edifícios.
- Requalificação do pavimento/arruamento, eliminando buracos, desnivelamentos, passeios danificados e ervas daninha nas ruas.
- Remover o estacionamento da praça da república, de forma a ser mais atrativa para as pessoas.
- Colocar sinalética sobre as principais atrações e pontos de interesse da cidade.
- Melhorar a iluminação das ruas e principais monumentos do centro histórico (Ex.: Igreja da Misericórdia).

E, em poucas linhas, fica definido o programa de um “Gabinete”.

Reabilitar o centro histórico, permitiria atrair mais turistas. Mais turistas, significa mais alojamento local, cafés e restaurantes e, consequentemente, mais reabilitação de edifícios por parte dos privados, funcionando como “bola de neve”. Associado a isto, há mais emprego na cidade e receitas para a câmara municipal, em impostos.
Os bejenses não querem mais um pavilhão polidesportivo ou artistas com cachés de dezenas de milhares de euros, que duram 1 hora. Querem a sua cidade, arranjada, atrativa e bonita, 365 dias por ano! 

In: Mais BEJA

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Há espaço para todos com certeza! Que o digam as c...

  • Anónimo

    Tenho todo o gosto em lhe responder de modo claro!...

  • Anónimo

    Muito bem! Exemplo de como uma ideia simples pode ...

  • Anónimo

    Devemos viver num planeta diferente, porque neste ...

  • Anónimo

    Alguém que nem sequer tem coragem para se mostrar ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds