Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
20
Fev 18

EMAS-1-768x512.jpg

A EMAS- Empresa municipal de água e saneamento de Beja, tem em curso um investimento de 7,4 milhões de euros para melhorar o abastecimento de água às populações do concelho.

O projecto comtempla a nova Estação de Tratamento de Água da Magra que fará o abastecimento de água a Beja, Salvada, Quintos, Cabeça Gorda e Baleizão. Inclui também o novo sistema adutor com uma extensão de 38 quilómetros.

As intervenções são realizadas através da EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja (mediante delegação de competências da Câmara), com recurso à Águas Públicas do Alentejo. O projecto é co-financiado a 85% pela União Europeia, através do POSEUR, no âmbito do Portugal 2020.

Rui Marreiros Administrador executivo da EMAS fala deste investimento como uma “verdadeira transformação no fornecimento de água”, que vai “triplicar a origem de água no abastecimento à cidade”, acrescentando que “as empreitadas estão no terreno” (…) a previsão é que “até ao final do ano estejam concluídas”.

publicado por Zé LG às 08:59
A noticia é por si só enganadora uma vez quem irá realizar o investimento é as Águas Públicas do Alentejo.
o que é triste é fumo que se joga para a cara das pessoas....
Anónimo a 20 de Fevereiro de 2018 às 09:23
Para repor a verdade e já agora o post também deveria ser corrigido:

Águas Públicas do Alentejo asseguram abastecimento de água e tratamento de águas residuais em Beja com investimento de 11 milhões de euros

Aos investimentos já em curso na vertente do tratamento de águas residuais, a AgdA – Águas Públicas do Alentejo junta agora o arranque da construção de um novo Subsistema de Abastecimento de Água em Beja, a partir de uma nova origem, assegurando a gestão integrada do ciclo urbano da água no Município. Estes investimentos, no valor de 11 milhões de euros ficarão concluídos até final de 2018.

Realizou-se a 28 de agosto, em em Beja, a assinatura dos autos de consignação das empreitadas que constituem o novo Subsistema de Abastecimento de Água a Beja, recorrendo a uma nova origem de água e incluindo a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA).

Na sessão, que contou com a presença do Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Manuel Martins, foram também publicamente apresentados os investimentos já em curso na vertente do tratamento de águas residuais, nomeadamente a construção de uma nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) na bacia do Guadiana, destinada a tratar a totalidade dos efluentes da cidade de Beja.

No seu conjunto, estes investimentos a realizar pela AgdA – Águas Públicas do Alentejo no município de Beja até final de 2018, representam cerca de 11 milhões de euros e permitem assegurar uma gestão integrada do ciclo urbano da água no Município, com impacto positivo ao nível da fiabilidade e robustez do sistema de abastecimento de água a Beja da melhoria da qualidade e eficiência do tratamento das águas residuais do município.

Com estas empreitadas, está também previsto o reforço da eficiência hídrica e energética das operações, nomeadamente ao nível da reutilização das águas residuais e do aproveitamento da exposição solar das infraestruturas para produção de energia para autoconsumo.
Este investimento é cofinanciado pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), Portugal 2020, com o apoio da União Europeia, no âmbito do Fundo de Coesão.”

Informação: www.agda,pt
Anónimo a 21 de Fevereiro de 2018 às 17:49
O aproveitamento deste tipo de noticias para nos colocarmos no bicos dos pés é uma coisa baixa e rasca......
A EMAS e os seu colaboradores não se revem neste modo de estar e autovalorizarão....
Anónimo a 22 de Fevereiro de 2018 às 11:00
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Quanto ao relevante disse... nada.Então vamos lá:1...
Incompetência,incompetência...nada fazer nem nada ...
Para o inefável Adalberto, está tudo no melhor dos...
E quem é agora o administrador da Resialentejo? E ...
É uma tendência que se agravará ainda mais, pois o...
Será bom perguntar ao sr Arquiteto José Falcão e s...
Mais valia substituírem este deputado pelo profess...
O deputado João Dias avançou à Voz da Planície, as...
Já não seria sem tempo. Ufffffff
Cuidado, é perigoso comentar. O Ministério Público...
Aquisição de Serviços de Reengenharia e gestão Tra...
É perguntar ao professor Picado. De certeza que el...
E alguém sabe o que é isto?http://www.base.gov.pt/...
A juntar a estes 134 mil.http://www.base.gov.pt/Ba...
Vai aconselhando o jovem autarca nas contratações ...
blogs SAPO