Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

BEJA EXISTE! POR BEJA COM TODOS EXIGIMOS BOAS ACESSIBILIDADES!

Zé LG, 29.01.15

580px_e54c778f841f3e5271136.jpg“A coesão territorial e a coesão social são fundamentais para o desenvolvimento sustentado e harmonioso do concelho e das suas populações. Para que existam uma e outra são necessárias boas acessibilidades …”.
(extrato do Programa Eleitoral de 2013 do Movimento “Por Beja Com Todos”)

Num Concelho e Distrito do interior, como é o caso de Beja, a existência de adequadas acessibilidades assume uma importância vital, quer do ponto de vista económico, quer social.

Uma adequada rede rodoviária, associada a um bom serviço ferroviário, constituem-se como peças essenciais para a dinamização de outras estruturas da região, designadamente o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, o Aeroporto e a sua ligação ao Porto de Sines.

A contínua degradação a que foram votadas as ligações rodoviárias (IP8, IP2), e a desvalorização das ligações ferroviárias, têm vindo a contribuir para um crescente isolamento de Beja.

É cada vez mais urgente requalificar a ligação ferroviária entre Beja e Lisboa e entre Beja e o sul do país, promovendo a eletrificação do troço “Casa Branca – Funcheira”.

Esta justíssima aspiração esteve na base do “sobressalto cívico” a que o Movimento “Beja Merece” deu corpo.

É igualmente necessária e urgente a retoma e conclusão das obras de construção do IP8 e IP2.

O estado de degradação a que estas vias rodoviárias chegaram é não só lastimoso como cada vez mais perigoso para quem os tem de utilizar.

Assim, a Comissão Dinamizadora do Movimento “Por Beja Com Todos” decidiu subscrever o Manifesto “Nós Existimos, Nós Exigimos!” e apoiar ativamente o Dia de Luta pelo IP8, IP2 e estradas regionais, convocada pela CIMBAL e outras entidades regionais para o dia 30 de Janeiro, com início em Beja, às 11 horas, e prosseguir a luta também por um bom serviço ferroviário.

Beja, 28 de Janeiro de 2015

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.