Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    Não deve ter acompanhado as mudanças dos últimos anos, mais de 20....em que as associações e os clubes não passam de fachada para verdadeiros negócios de actividade física , muitas das vezes autenticas empresas particulares e familiares.
    Para alem de receberem os pagamentos de quem frequenta as actividades ainda recebem apoios das autarquias verdadeiramente questionáveis.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    Mudanças?? Mas quais mudanças? Os cortes sucessivos nos apoios concedidos pela autarquia?? Os custos enormes que a manutenção de qualquer actividade implica? As mensalidades que os utilizadores pagam? Não estamos a falar de ginásios e aulas de zumba. Estamos a falar de modalidades desportivas, mas não é de sofá, que deve ser a sua especialidade, estamos a dalar de desporto real, e esse meu caro a câmara da nossa cidade, apoia 0.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    O sr não conhece a minha especialidade, mas eu conheço as modalidades desportivas e os seus encargos, assim como sei que nos últimos 20 anos com diferentes executivos os apoios tem diminuído, assim como sei que os patrocínios são escassos ou inexistentes. Mas também sei que há algumas modalidades desportivas, não sei se será o seu caso, que não se dimensionaram para esta nova realidade e que a pesar das cotizações e das mensalidades pagas pela formação insistem em manter-se em patamares não adequados à sua realidade financeira, tal como aconteceu com o nosso saudoso Desportivo de Beja.
    Desde o meu sofá posso lhe dizer que quando não tenho dinheiro para vinho bebo água, e da torneira.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.09.2019

    Com mentalidades como a sua, na realidade a cidade vai ficar apenas e só a pão e água, porque o vinho é só para exportação. A modalidade que deve conhecer melhor é o bate palmas a quem manda...
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.