Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ATÉ SEMPRE AMIGA ANGELINA SOARES!

Zé LG, 12.03.18

Angelina.jpg

Maria Angelina Galheto Soares faleceu, hoje, no Hospital de Beja, vítima de doença prolongada. O corpo encontra-se em câmara ardente nas Casas Mortuárias de Beja, de onde parte amanhã, às 10h30, o funeral para o Cemitério de Beja.

Conheci a Angelina quando ela trabalhava na Câmara de Cuba e eu presidia à Câmara de Alvito, tendo convivido com ela, mais tarde, no movimento “Por Beja com Todos”. Socorro-me das palavras de uma amiga comum para realçar a imagem que, tambéu, guardo dela:

“A Angelina tinha tanto de humildade e honestidade quanto de inteligência. Sempre disponível para entender e ajudar os outros.
Até sempre, querida amiga.”

 

Angelina Soares nasceu em Brinches, concelho de Serpa, em 1952. Chegou a Beja em 1967, para continuação dos estudos secundários na antiga escola Industrial e Comercial, a actual D. Manuel I, depois de ter feito o ciclo preparatório na Escola Comercial e Industrial de Moura. Fez a licenciatura em Psicologia, pelo ISPA, em 1978.

Exerceu actividades profissionais variadas: em Beja, foi funcionária da antiga Caixa de Previdência e professora em várias escolas, nomeadamente na Escola do Magistério Primário e na Escola de Enfermagem; em Lisboa, trabalhou numa agência de publicidade; trabalhou como Psicóloga Educacional, através do Ministério da Educação, em escolas de Barrancos, Palmela e Monte da Caparica; finalmente, em Cuba foi Técnica Superior na Câmara Municipal desta vila alentejana, donde passou a aposentada em 2011.

Foi um dos elementos que teve uma participação mais activa e decisiva no movimento cívico “Por Beja com Todos”, que decorreu entre Junho de 2012 e Setembro de 2017, incluindo na candidatura aos órgaos do Município e a algumas Freguesias de Beja, tendo publicado um livro com base na sua experiência nesta participação.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.