Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Assembleia Municipal de Beja rejeita integração da EMAS nas Águas do Baixo Alentejo

201906262124519797.jpgA formação da parceria pública Águas do Baixo Alentejo não passou, ontem, na Assembleia Municipal de Beja. A proposta teve 16 votos contra, 15 dos eleitos da CDU mais 1 do deputado do BE, 15 votos a favor dos eleitos do PS e 2 abstenções, uma do deputado do PSD e outra do deputado do Movimento Por São Matias com Todos. Uma decisão aplaudida pelos mais de 50 trabalhadores da EMAS presentes e onde um deles disse, no início da sessão, que considerava “lamentável” a forma como o processo foi conduzido, condenando, nas suas palavras, o facto, de “não terem sido ouvidos neste processo”. Também Vasco Santana, do STAL de Beja interpelou a Assembleia, questionando sobre o futuro dos trabalhadores da empresa e a forma como a mesma seria extinta.

Leia também aqui.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Mais uma vez, estamos a constatar o desinvestiment...

  • Anónimo

    Pois, pois.....A falta de dignidade e coerência po...

  • Anónimo

    A democracia é a pior forma de governo, com excepç...

  • Anónimo

    Bem sei, caro LG, que a citação não é da sua autor...

  • Anónimo

    O quê? Ou a linguagem é subliminar, ou sou eu que ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds