Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

António Costa falou aos portugueses e o que disse?

Zé LG, 11.11.23

41803614-scaled.jpgAntónio Costa, o ainda primeiro-ministro, fez hoje uma declaração aos portugueses para falar da importância da captação de investimento, da simplificação processual como forma de aumentar a transparência e do papel do governo na compatibilizaçaõ dos diversos interesses em presença. Alertou ainda para a necessidade dos governantes e responsáveis da administração pública não se encolherem na aplicação da legislação com medo de virem a ser confrontados com processos nos tribunais.

As oposições consideraram que António Costa agiu ao contrário do que sempre disse - "à Justiça o que é da Justiça, à Política o que é da Política" - e que fez a intervenção àquela hora, quando estavam a ser ouvidos os arguidos, para tentar influenciar a aplicação das medidas de coação e tentou proteger os interesses dos beneficiários dos investimentos contra os interesses públicos, ambientais e das populações e justificar os projectos de interesse nacional, que (quase todos) têm gerado problemas, mostrando não ter aprendido ou não querer tirar as devidas conclusões do que se tem passado.  

Fotografia daqui, onde pode ler mais sobre o assunto.

6 comentários

Comentar post