Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

António Costa engana pensionistas e trata-os como atrasados mentais

Zé LG, 05.09.22

AC.pngAntónio Costa anunciou, esta noite, as medidas para combater o enorme aumento de preços, provocados pela pandemia, pela guerra na Ucrânia e – o que de poucos falam -, pela especulação dos preços que grandes empresas de sectores fundamentais estão a fazer, obtendo lucros pornográficos. Fez a apresentação com pompa e circunstância e com os habituais truques, sendo o mais sádico o utilizado para apresentar os apoios aos pensionistas. Com efeito e tal como disse, a meia pensão que o Estado vai pagar a mais em Outubro é uma antecipação de parte do aumento que teria de ser pago, por força da lei, no próximo ano. Não se trata pois de um apoio, sendo, por isso e desde logo, os pensionistas excluídos dos apoios para fazer face ao aumento do custo de vida. Mas, pior ainda, os pensionistas, para além de irem receber menos do que a que tinham direito no próximo ano irão ser penalizados a partir de 2024, porque, mesmo que se mantenha a lei actualmente vigente, os aumentos a partir daquele ano serão calculados a partir de valores inferiores. Senão vejamos: Um pensionista que tenha uma pensão de 1.000,00 euros, deveria passar a receber 1.080,00 euros (+ou-) em 2023 e a pensão de 2024 seria calculada com base neste valor. Assim, com este golpe de ilusionista, esse mesmo pensionista irá receber 1.040,00 euros (+ou-) em 2023 e a pensão de 2024 será calculada com base neste valor. E assim sucessivamente… Com este golpe de ilusionista, António Costa vai degradar ainda mais o valor das pensões de reforma. A um primeiro-ministro exige-se mais respeito por quem trabalhou toda a vida e investiu na segurança social para ter uma vida digna quando se reformasse.

18 comentários

Comentar alvitre